Interclubes com Hcpx de SP: Arujá vence rodada e Riacho Grande assume a liderança

15/10/2020

 Nilton Kawahara foi o campeão individual, no par do campo, com Francisco Balint em segundo

Arujá foi campeão com Kawahara. Konno, Nagao e Mazzetto. Montagem com fotos de Thais Pastor/F2 Assessoria

Num dia difícil para todos, onde ninguém conseguiu quebrar o par do campo, o Riacho Grande Golfe Clube, de São Bernardo (SP), aproveitou a vantagem de jogar a quarta das seis rodadas da competição em casa, terminar em segundo lugar e assumir a liderança isolada do 18º Interclubes com Handicap Índex Masculino do Estado de São Paulo, a maior competição do golfe brasileiro em duração e número de golfistas envolvidos. O campeão da etapa foi o Arujá, que saltou do 14º para o sétimo lugar e ficou mais perto do G4 e da vaga para a fase final.

Nilton Kawahara, campeão individual da etapa com 72 tacadas, o par do campo, comandou a vitória equipe do Arujá na etapa, que teve ainda Amaro Konno, com 77, contribuindo para o time, que somou 149 tacadas. Também jogarão Eduardo Nagao (83) e Gilberto Mazzetto (92). O Arujá, que tinha pontuado apenas em uma das três rodadas anteriores, soma agora 25 pontos e está a apenas sete de chegar ao G4.

   …continua após a tabela…

Liderança – O Riacho Grande, por sua vez, ficou em segundo com 153 tacadas graças a Nilson Vicente dos Santos, que marcou 75, e William Souza Muniz, com 78. Serginerio Vanderlinde (80) e Marcos Gottschalk (81) completaram o time. Com os 15 pontos ganhos, o Riacho Grande que vinha ainda de um terceiro e outro vice-campeonato assumiu a liderança da classificação, com 42 pontos e quatro de vantagem.

O Imperial, que começou o dia empatado em terceiro lugar na classificação geral, saltou para segundo, depois de ser terceiro colocado da etapa. Ivair Carlos Tadei, que jogou 74, terceiro melhor resultado do dia, comandou a equipe que pontuam ainda com Renan Francisco da Silva, com 80. Já o Campinas Golf Center, que chegou como líder, ficou em 11º na etapa, não pontuou, e caiu para o quarto lugar com 32 pontos. Raimundo de Souza, com 75, foi o único a quebrar 80 na equipe.

Destaques – Outra equipe que deu um salto importante foi o Terras de São José Golfe Clube, de Itu, campeão da rodada anterior, que foi quarto colocada da etapa e já é os quinta na classificação geral. Depois de não pontuar nas duas primeiras rodadas, o Terras de São José soma 32 pontos e está apenas dois pontos atrás do Campinas e do Guarapiranga, que fecham o G4 empatados em terceiro.

Nilton Kawahara, do Arujá foi o campeão individual com 72 tacadas, seguido por Francisco Balint, do São Paulo Futebol Clube, o vice-campeão, com 73. Ambos os troféus, além dos de campeão ganhos pelo Arujá, serão entregues na próxima etapa. Ivair Tadei, do Imperial, fez o terceiro melhor resultado da rodada, com 74, seguido por Nilson Vicente e Raimundo, com 75.

Classificação – Este ano, como o Interclubes foi reduzido de oito para seis etapas de classificação, por causa do recesso provocado pela pandemia de Covid19, não haverá descarte do pior resultado, como nos anos anteriores. Os quatro clubes que acumularem mais pontos após as seis rodadas classificatórias disputarão o título de 2020 em jogos semifinais e final de match play, de ida e volta.

As duas últimas rodadas da fase de classificação do Interclubes serão jogadas dia 28 de outubro, no Clube de Golfe de Campinas, em Sumaré, e dia 11 de novembro, no Imperial, em Bragança Paulista.

Resultados completos

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    PGA Tour: Entenda tudo o que está em jogo para Tiger esta semana, no Memorial


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados