Aberto da FPCG: Lauren Grinberg e Lucas Park vencem de ponta a ponta, em Maringá

06/08/2018

Jogadores da Federação Paulista ficaram com cinco das seis primeiras colocações scratch

Lauren Grinberg, ex-Lago Azul, hoje defendendo a Barry University, de Miami e Lucas Park, do Paradise, venceram de ponta a ponta o 17º Campeonato Aberto de Golfe da Federação Paranaense e Catarinense de Golfe (FPCG), encerrado neste domingo, no Maringá Golf Club, em Maringá, no Norte do Paraná. O torneio válido para o ranking mundial amador de golfe (WAGR) e para o ranking nacional, teve a primeira rodada das três previstas para os scratchs cancelada por causa de fortes chuvas.

Os jogadores da delegação paulista conquistaram cinco das seis primeiras colocações scratch, depois de Marcos Negrini, do Damha, ficou em terceiro, atrás do vice João Paulo Albuquerque, do Londrina, entre os homens, e de um pódio só da FPG no feminino, com Fernanda Lacaz, do São Fernando, vice, e Ana Sung Marques, do Arujá, em terceiro lugar. Apesar de esse ser um evento nacional sem benefícios, a FPG bancou as despesas de sua delegação dentro de sua política permanente de investir no golfe de alto desempenho.

   Lauren: 10 abaixo em dois dias, recorde do       Maringá

Feminino – A vitória de Lauren, que conquistou seu segundo título consecutivo do ranking mundial, depois de ser campeã brasileira juvenil na semana anterior, foi a mais impressionante da semana, com a paulista somando 134 (67-67) tacadas, dez abaixo do par, novo recorde do campo de Maringá. No sábado, Lauren fechou o dia jogando oito abaixo nos últimos 11 buracos, com um eagle e seis birdies, e neste domingo jogou cinco abaixo nos últimos seis buracos, com um eagle e quatro birdies.

Outro destaque foi Fernanda Lacaz, que conquistou o vice-campeonato de virada ao melhorar nove tacadas em relação à estreia. Ela somou 155 (82-73) tacadas e terminou seis à frente de Ana Sung Marques, que terminou com 161 (79-82). Zenilda Alves de Souza, do Alphaville, ficou em quarto com 167 (91-76), depois de fazer o segundo melhor parcial do torneio na volta final, empatada com Maria Cristina Bueno, do Ponta Grossa (79-88).

Masculino – Entre os homens, a vitória de Lucas Park, de ponta a ponta, não foi mesmo impressionante, sendo ele o único a jogar duas voltas abaixo do par e também o único homem a quebrar 70 na semana. Lucas venceu com 139 (70-69) tacadas, depois de fazer quatro birdies e um único bogey – no 17 – na volta final. Esse foi o terceiro título do ranking mundial de Lucas, em 2018, depois de vencer o Aberto de Brasília, e de ser campeão geral e sub 18 da etapa sul-americana da Faldo Series, no São Fernando.

João Paulo Albuquerque foi o vice-campeão, com 143 (72-71) tacadas, depois de jogar duas abaixo de ida e uma acima de volta, com um duplo-bogey. Marcos Negrini, do Damha, recuperou-se de uma má estreia para ainda ser o terceiro colocado, com 146 (75-71). Nesse torneio não há troféu para o terceiro colocado, diferentemente do que a FPG pratica desde a volta do golfe aos Jogos Olímpicos, quando institui um pódio completo nas principais categorias.

Mais destaques – Matheus Park, do Paradise, irmão mais novo de Lucas, foi o quarto e último a quebrar o par do campo em ao menos uma rodada, para terminar em quarto, com 147 (76-71).  Jair Benke Junior, do Pine Hill, de Toledo, ficou em quinto, com 149 (76-73), seguido por Daniel Kenji Ishii, do Itanhangá, número 3 do Brasil, o mais bem ranqueado em campo, que jogou 151 (75-76), numa semana onde fez dois eagles, mas também três duplos bogeys.

Kenji empatou em sexto com o local Lucio Hiratomi (74-77). Daniel Celestino, do Graciosa, outro top 10 do Brasil, teve excelente recuperação, mas ficou apenas em nono, com 154 (81-73). Completaram os Top 10 Thales Nunes da Cruz, de Maringá, oitavo com 153, e Rodolfo Fuganti, do Londrina e Pedro Ramos, do Iguaraçu, empatados em nono com Celestino, com 154.

Equipes – Paralelamente ao Aberto da FPCG foi disputada a Copa das Fronteiras, entre federações, considerados os três melhores resultados masculinos e o melhor feminino de cada time. A equipe paulista, que teve Lucas Park, Matheus Park, Marcos Negrini, Lauren Grinberg, Fernanda Lacaz e Ana Sung foi campeã com 566 tacadas. Em segundo ficou a equipe paranaense formada por Daniel Celestino, Jair Benke Jr., Arthur Locoman dos Santos, João Paulo Albuquerque, Zenilda Alves de Souza e Maria Cristina Bueno, com 601.

Durante os final de semana foi jogado ainda um torneio válido para os rankings estaduais nas diversas categorias de handicaps. Os resultados completos de todas as categorias podem ser vistas aqui. A FPCG tem em seus torneios patrocínios de Poliservice, Weiku do Brasil, Kapersul, Carrér Agrícola, E-tourism, Otello e 10 pastéis, além dos patrocínios governamentais de Mili, Condor, Bree e Consórcio Servopa.

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Golfe e Música em Trancoso: reserve já e não perca os mais concorridos torneios do ano

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados