Aberto do Sapezal – Copa Indaiatuba: Negrini e Ana Sung vencem de ponta a ponta

09/09/2019

Torneio foi marcado por hole-in-one de Suzy Lin Ai e terminou com porco no rolete

 

Ana Sung Marques e Marcos Negrini: os primeiros campeões do Sapezal

Marcos Negrini, do Damha, e Ana Sung Marques, do Arujá, venceram de ponta a ponta o 1º Aberto do Sapezal Golfe Clube – Copa Indaiatuba de Golfe, encerrado neste domingo, 8 de setembro, no interior paulista. O torneio foi marcado pelo hole-in-one que Suzy Lin Ai, do São Paulo GC, fez no buraco 15 da volta final, embocando de primeira das 110 jardas, com um ferro 5. Esse foi o primeiro hole-in-one de Suzy em 15 anos de golfe e o primeiro hole-in-one oficial do Sapezal.

Veja fotos do torneio
Aguarde: álbum de fotos completo

O torneio, válido para os rankings masculino e feminino, scratch e por handicap índex, da Federação Paulista de Golfe (FPG), teve lotação completa, reunindo jogadores de 21 clubes e São Paulo e Minas Gerais e foi um marco no sucesso do projeto de recuperar um percurso técnico, charmoso e desafiador, que estava ameaçado de ser fechado, para fazer dele o campo oficial da FPG, aberto ao público e com importante destinação social, com o início de dois projetos em parceria com a Prefeitura de Indaiatuba e Associação Hurra!, o “Golfe Chave para o Futuro” e “Golfe Noa 10”.

Vitória – Negrini, que se prepara para buscar seu quarto título consecutivo no Honda Open – Aberto do Damha – Taça Gocil de golfe, a partir de sexta-feira, em São Carlos, fez cinco birdie na volta final e caminha para jogar abaixo do par pelo segundo dia consecutivo, quando fechou o dia com um duplo bogey. Mesmo assim foi campeão no par do campo, com 140 (69-71) tacadas, e boa vantagem sobre Fernando Augusto Silva, do Careca GC, vice com 147 (73-74).

Fernando foi ainda o campeão na classificação por handicaps índex até 8,5, onde os troféus eram acumuláveis, com 135 (67-68) tacadas, cinco abaixo no total. Negrini foi o vice com 138 (68-70), seguido por Matheus de Oliveira, também do Damha, terceiro colocado com 142 (74-68). Alessandro Fonseca, do Careca, ficou em quarto na categoria, com 137 (77-70), seguido por Patrick Willian da Silva, do Terras de São José, com 148 (75-73).

Mais campeões – Na 8,6 a 14, dobradinha do Sapezal, com Ademir Mazon vencendo com 142 (66-76) tacadas, seguido por Luiz Claudio Recchia, com 149 (76-73). Ambos são vice-presidentes da FPG, sendo que Mazon encabeçou o projeto e se dedicou por dois anos a transformar o Sapezal em campo oficial da FPG, processo coroado com o primeiro aberto do clube, uma data histórica. Leandro Augusto Metzner, do Arujá, ficou em terceiro, com 151 (76-75), seguido por dois jogadores do Damha: Andre Cunha Simão, com 157 (76-81) e Almir Oliveira com 159 (89-70), a maior recuperação – 15 tacadas – de todo o torneio. Flavio Cabral Costa do Japi, empatou em quinto com 159 (77-82).

Na 14,1 a 19,4, a categoria mais disputada do Aberto, Cassio Filizola, do Clube de Campo, fez o melhor net do torneio para ser campeão com 137 (72-65) tacadas, no desempate com Danilo Cantarin, do Poços de Caldas, que também somou 137 (67-70), mas ficou em segundo por ter jogado pior na volta final. Jair Carmona, do Vila da Mata, ficou em terceiro, com 138 (70-68), superando Paulo Tambara, presidente do Sapezal, que também jogou 138 (68-70), nos critérios de desempate.

Outros destaques – Na 19,5 a 25,7, Cristiano Rodrigues Matheus, do Japi, único além de Fernando Silva, com dois nets abaixo do par, venceu com 136 (68-68) tacadas, seguido por Airton Minari, do Paradise, com 142 (71-71), e Mauricio Costa, do Japi, com 143 (71-72). Dois jogadores do Sapezal terminaram a seguir: Tancredo Cecato, com 145 (78-67) e Geraldo Dontal, com 148 (77-71).

Houve ainda uma categoria especial, de 25,8 a 36, na modalidade stableford, que teve o vereador de Indaiatuba Célio Massao Kanesaki, que joga golfe há quatro meses, campeão com 58 pontos, seguido por Christian Vosgrau, com 34. Ambos são do Sapezal.

Feminino – O destaque da competição feminina foi Ana Sung Marques, do Arujá, uma das Top 6 do estado e do Brasil, que depois de uma má estreia, fez a melhor volta do torneio feminino e igualou a marca de Negrini, no masculino, para vencer com 148 (79-69). Sua volta final foi marcada por um eagle-2, de fora, no buraco 2 para jogar duas abaixo de ida, e seria o recorde de todo o campeonato, não fosse um bogey no 18. Maria Montserrat, do São Paulo GC, foi a vice, com 167 (90-77).

Ana Sung venceu também na classificação da categoria única por handicaps índex, com 142 (76-66) tacadas. Suzy Lin Ai, a do hole-in-one, foi a vice-campeã com 143 (72-71) seguida por Julia Vilas Boas, diretamente filiada à FPG, com 155 (74-81).

Premiação – Mauro Batista, diretor executivo da FPG, apresentou a entrega de prêmios, que teve a mesa composta por Antônio Carlos Padula, presidente da FPG, e por seu vice Ademir Mazon, além de Paulo Tambara, presidente do Sapezal, e pelo vereador Célio Massao Kanesaki. A festa de encerramento teve um porco de 65 kg no rolete e open bar de chopp.

Resultados completos

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados