Aberto Gocil do Terras de São José reúne alguns dos melhores amadores do Brasil

17/10/2019

Thomas Choi, nº 1 do ranking nacional, e Isu Choi defendem títulos ganhos em 2018

Confirmando sua tradição de ser o principal torneio de golfe do país que une golfe de alto rendimento com atrações para toda a família, o Aberto Gocil Terras de São José Golfe Clube 2019 – 17º Feminino e 38º Masculino, que vai ser jogado a partir de manhã, sexta-feira, 18 de outubro, em Itu (SP), irá reunir alguns dos melhores amadores do Brasil, incluindo Thomas Choi, do São Paulo GC, e Fernanda Lacaz, do São Fernando, ambos líderes do ranking amador brasileiro e que acabam de ser convocado para defender o Brasil na Copa Los Andes, o Sul-Americano de Golfe por Equipes, além da coreana Isu Choi, a jogadora em atividade no país mais bem colocada no ranking mundial amador de golfe (WAGR).

Com 144 participantes de 36 clubes de seis estados (SP, RJ, PR, MG, MS e BA) o Aberto Gocil Terras de São José promete superar o sucesso das edições anteriores, com uma programação especial que inclui, além do golfe, dois grandes shows, buffet ininterrupto, open bar, três magníficos prêmios para hole-in-one, clinicas de golfe para crianças e adultos, oficina de Robótica, show de mágica, passeios de balão, degustações variadas e muito mais. Além do patrocínio Máster da Gocil Segurança e Serviços e dos patrocínios Seniores da Kia Motors do Brasil e Paraná Banco, e evento tem o apoio de 23 empresas parceiras.

Masculino – Apesar do favoritismo, Thomas Choi não deve ter tarefa fácil em busca do bicampeonato do torneio válido para o ranking da Federação Paulista de Golfe (FPG). Ele terá como principais adversários três dos maiores campeões do torneio, todos da casa, que juntos detêm 10 títulos do Aberto do Terras de São José: Marcelo Muritiba (2008, 2009, 2012 e 2015); Felipe Almeida (2004, 2011 e 2014); e Renato Araújo (1988, 2003 e 2006). Muritiba, que foi ainda duas vezes vice (2010 e 2013), igualou, com suas quatro vitórias, o recorde de títulos de Ricardo Rossi, que é o único tricampeão do Aberto (1983, 1984 e 1985). Depois de Rossi, apenas Roberto Gomez (1996 e 1997) e Marcelo Muritiba (2008 e 2009) conseguiram ser bicampeões do torneio, feito que Choi tenta igualar este ano.

Outros destaques entre os jogadores de elite, que também disputam os troféus da categoria com handicap índex até 8,5, estão Filipe Rossi e Andre Rossi, do São Paulo; Patrick Rocha, Ricardo Ramires e Matias Laconi, do Terras de São José; Hélio Meirelles e Paulo Cabernite, do São Fernando; Alexandre Martins, do Fazenda da Grama; e Emerson Godinho, do Vista Verde. A cada ano a disputa pelo título do Aberto Gocil Terras de São José vai ficando mais acirrada. Depois de 32 edições sem um playoff sequer, três dos cinco últimos campeões foram definidos no desempate.

Feminino – No feminino, a defensora do título é Isu Choi, do Terras de São José, que não aparece no ranking nacional por ser estrangeira, mas é disparado a jogadora em atividade no país mais bem colocada no WAGR, onde aparece esta semana em 736º lugar. Nenhuma brasileira está entre as Top 1000. Isu já venceu quatro torneio do ranking mundial este ano, a última no Aberto do Rio, no começo de setembro, além de vir de sete Top 10s consecutivos em torneios do WAGR.

Sua principal adversária promete ser Fernanda Lacaz, que apesar de representar o São Fernando também é “local player” no Terras de São José. A líder do ranking nacional está em boa forma e vem de uma vitória no Aberto do Paraná, em setembro, onde superou Isu por duas tacadas, além de acumular seis Top 10s nos últimos seis torneios do WAGR que disputou. Outros destaques entre as jogadoras de handicap mais baixos estão Adriana Cabernite, do São Fernando, Leticia Colombo, do Paulistano; Aliteia Lourenço, do Maringá; Dalila Costa, do Terras de São José; e Maria Montserrat, do Sapezal.

Horários de saída de 6ª feira

 

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados