Alexandre Rocha reconquista cartão e volta ao Korn Ferry Tour, circuito de acesso ao PGA Tour, em 2022

08/11/2021

Rafa Becker chegou a liderar o torneio, mas perdeu 54 posições e não conseguiu a vaga

por | Ricardo Fonseca

Depois de começar a volta final nesta segunda-feira, 8 de novembro, fora da zona de classificação, o profissional paulista Alexandre Rocha fez seis birdies na última rodada da seletiva final do Qualifying School, para jogar três abaixo no dia, uma abaixo no total, e reconquistar o direito de jogar no Korn Ferry Tour (KFT), o circuito de acesso ao PGA Tour, em 2022

Rocha, que começou o dia em 56º lugar ganhou 17 posições e terminou a última fase da seletiva na 39ª colocação, com 281 (68-73-72-68) tacadas, uma abaixo do par, tendo jogado na primeira e última rodada no campo do Marshwood Course, considerado mais fácil, e as duas voltas intermediárias no Landings Club, o mais difícil percurso do Landings Club, em Savannah, na Geórgia, nos EUA

Prioridades de inscrição – Os 40 primeiros colocados e empatados ganharam o cartão para o KTF de 2022. No caso de Rocha, ele ficou no grupo após os dez primeiros e empatados até o 40º lugar e empatados, o que lhe dá o direito de participar dos oito primeiros torneios da temporada 2022 do KFT, antes de se sujeitar à segunda reclassificação periódica, com base nos pontos ganhos até então, o que pode melhorar ou piorar sua prioridade de inscrição nos demais torneios do ano

O americano Zack Fischer, medalhista (primeiro colocado) do torneio, com 268 (67-67-65-69) tacadas, 14 abaixo, é o único que tem um cartão isento das reclassificações, ou seja, para toda a temporada de 2022. Os classificados do segundo ao décimo lugar e empatados, estão isentos até o 12º torneio, ou seja, não estão sujeitos às três primeiras reclassificações, que ocorrem a cada quatro torneios da temporada regular

Rocha foi membro do PGA Tour em 2011 e 2012, sendo que neste segundo ano foi vice-campeão de um torneio, além de ter outros dois Top 10s. Em 2013 e 2014 Rocha jogou no KFT, mas perdeu o cartão e teve que voltar ao PGA Tour Latinoamérica em 2015. Rocha reconquistou o cartão para as temporadas de 2016 e 2017, antes de voltar ao PGA Tour LA em 2018 e 2019, e agora na temporada 2020/2021, quando venceu dois torneios.

Becker – Infelizmente o também paulista Rafa Becker não teve a mesma sorte. Depois de estar sempre perto do topo do placar e até de liderar a seletiva no terceiro dia, domingo, Becker, que começou a volta final em nono lugar, jogou 77, sete acima, com três duplos bogeys, um bogey e um birdie solitário no 17. Caiu para o 63º lugar, com 283 (67-66-73-77) tacadas, uma acima, e com isso terá apenas um cartão condicional, mas com baixa prioridade de inscrição. Becker jogou no Magnolia no primeiro e terceiro dias, e no Marshwood nos outros dois.

O cartão condicional é dado a todos que terminaram além da 40ª colocação e empatados, com prioridade conforme o resultado final da classificação. Becker será o 21º deste grupo de cartões condicionais por quatro torneios, até a primeira reclassificação. Ele precisa entrar em algum desses torneios e pontuar para ter alguma chance na temporada.

Previsto para terminar no domingo, o Qualifying School teve uma rodada adida por causa das chuvas que não permitiram o jogo no sábado, e acabou apenas nesta segunda-feira.

 

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Aproveite o acordo entre a Pousada Travel Inn Trancoso e o Terravista Golf Course

  • Golfe 2016

    Jogos de Tóquio: Nelly Korda leva susto, mas vence por uma e dá aos EUA seu segundo ouro no golfe


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados