Amador do Brasil: Isu Choi, do TSJGC, é uma das líderes após conclusão da rodada

05/07/2019

Jogo interrompido no entardecer de 5ª feira continuou nesta manhã, debaixo de muita chuva

Isu Choi, 14 anos recém completados, lidera à frente das melhores jogadoras da América do Sul. Foto: Thais Pastor/F2 Comunicação

por | Ricardo Fonseca

A juvenil coreana Isu Choi, do Terras de São José Golfe Clube, de Itu, jogou 73 tacadas duas acima do par, para ser uma das três líderes da competição feminina do 89º Campeonato Amador de Golfe do Brasil que está sendo disputado até domingo, no Campo Olímpico de Golfe, do Rio de Janeiro. A competição feminina havia sido interrompida na quinta-feira, ao escurecer, depois de o jogo ter parado por quase duas horas por causa de um temporal. Elas voltaram a campo às 8 horas desta sexta-feira, 5 de julho, para a conclusão da rodada, mais uma vez debaixo de muita chuva.

Isu Choi, que jogara uma abaixo de ida, fez três bogeys na segunda metade do campo para somar 73 tacadas, duas acima, e empatar em primeiro com Valentina Gilly, da Venezuela, e com Maria Fernanda Escauriza, do Paraguai. As brasileiras não terminaram bem: Nina Rissi, que mora na Espanha e vinha em quarto lugar, com uma acima, até a interrupção, terminou com seis bogeys nos nove buracos finais para ser a melhor jogadora da casa, empatada em 15º lugar, com 78 tacadas, sete acima.

Brasileiras Lauren Grinberg, a número 1 do Brasil, do Lago Azul, que vinha com quatro acima até o buraco 11, quando o jogo parou, subiu mais seis tacadas no recomeço, para terminar em 21º, com 81, dez acima, ainda assim como a segunda melhor brasileira dos oito em campo. A seguir estão Meilin Hoshino, do São Paulo, em 26º, com 82; sua irmã Karen Hoshino, em 28º, com 84; e Maria Emília Gomes Pereira, do Itanhangá, com 85.

O domínio estrangeiro, como previsto, é total, com as visitantes ocupando as 14 primeiras colocações. Agustina Gomez Cisterna, da Argentina, vem em quarto lugar, com 74 (+3), empatada com Jimena Marques Vazquez, do Uruguai. A peruana Micaela Farah, campeã do Amador do Brasil, em 2018, também no Campo Olímpico, começou em décimo, com 77 (+6).

Destaques e equipes – Viviana Maria Prette, do Paraguai, que vem empatada com Farah em décimo, foi quem fez mais birdies na rodada, cinco no total, infelizmente acompanhados de um triplo e três duplos bogeys. Escauriza, uma das líderes, fez quatro birdies. Isu e Lauren três cada. Houve apenas dois eagles no feminino, ambos no 18, de Maria Paula Del Castillo, da Colômbia, que jogou 80, e de Ines Rapetti, do Uruguai, que marcou 85.

Na disputa da 1ª Taça Beth Nickhorn, torneio internacional de duplas, o Brasil de Nina e Lauren terminou em oitavo, entre dez países, neste primeiro dia, com 159 tacadas (+17). A Venezuela das irmãs Valentina e Vanessa Gilly lidera com 148 (+6), seguida pelo Paraguai, de Giovanna Fernandez Lopez e Viviana Maria Prette, com 152 (+10), e pela Argentina, de Agustina Cisterna e Pilar Muguruza, com 153 (+11).

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados