Campeonato ABGS de SP com Paul O’Doherty e Plínio Albregard na liderança

12/06/2019

Competição sênior e pré-sênior termina nesta quinta-feira, no Clube de Campo de São Paulo

Acima, Paul O’Dohertyu; abaixo, Plinio Albregard. Fotos: Thais Pastor/F2 Comunicação

Depois de completar 55 anos e estrear na ABGS (Associação Brasileira de Golfe Sênior), em 2018, com cinco vitórias consecutivas, Paulo O’Doherty, do São Paulo GC, reafirmou sua condição de melhor sênior do país ao conquistar, em fevereiro deste ano, o título de campeão Latino-Americano Sênior para o Brasil, na Cidade do Panamá. Agora, ele confirma seu favorito ao estrear na liderança do Campeonato ABGS de Golfe Sênior do Estado de São Paulo, que começou a ser jogado nesta quarta-feira, 12 de junho, no Clube de Campo de São Paulo, ao lado da represa de Guarapiranga, na zona sul da capital paulista.

O’Doherty não pode disputar a principal competição sênior do estado do ano passado, a única com dois dias de competição, que teve Shozo Karasawa, do PL, como bicampeão. Mas este ano ele chegou muito bem preparado para acrescentar mais esse título em sua coleção, competindo handicap índex 0,7, o melhor da carreira, que ele já mantém há um mês, estreando com 76 tacadas, cinco acima do par, e quatro de vantagem sobre os adversários.

Destaques – Quem mais se aproximou dele foi Koichi Ogata, do PL, de 71 anos, que jogou 80. Paulo Russo, do Paradise, vem em terceiro, com 82, seguido por Osmar Vieira, do Guarapiranga, e por Katsumi Ota, do PL, ambos com 83 tacadas, Luiz Sayeg, do Guarapiranga, e Shozo Karasawa, do Vista Verde, jogaram 87 cada. Já na classificação por handicaps índex até 14, Russo lidera com 68, seguido por Osmar e Ogata, com 71, e por Ota, com 72.

Na 14,1 a 23, Osvaldo Meada, do Lago Azul, lidera com 66, seguido por Francisco Matarazzo, do São Francisco, com 68, e por Angel Martinez e José Canepa, ambos da casa, com 71. Na 23,1 a 32, no sistema stableford, Yocito Fukuda, do Careca Golf Center, saiu na frente, com 34 pontos, seguido por Michael Humpert, do Clube de Campo, com 33. Na supersênior (75 anos ou mais) Matarazzo tem 39 pontos, contra 35 de Martinez.

Pré-seniores – Entre os pré-seniores (40 a 54 anos), Plinio Albregard, do Arujá, campeão desse torneio, em 2017, saiu na frente ao jogar 83 tacadas, contra 85 de Emerson Godinho, do Visa Verde, e 89 de Davi Miguel, do Terras do Golfe. Na pré-sênior com handicap, Albregard também lidera, com 71, seguido por Rogério Ferreira, do São Paulo Futebol Clube, com 76, e Godinho, com 77. Os prêmios scratch e com handicap não são acumuláveis.

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados