Com 6º lugar na África do Sul, Adilson da Silva sobe 54 posições no ranking mundial

21/03/2021

Brasileiro já aparece como reserva no ranking olímpico e volta a sonhar com os Jogos de Tóquio

por | Ricardo Fonseca

O brasileiro Adilson da Silva (foto)encerrou a má fase e quase cinco meses sem pontuar para o ranking mundial de golfe (OWGR) – a maior parte deste tempo pela falta de torneios provocada pela pandemia – ao terminar em sexto lugar no Gauteng Championship, do Sunshine Tour, o circuito profissional sul-africano, encerrado neste domingo, 21 de março, no Ebotse Links. Com essa excelente colocação, Adilson deverá subir do 374º para o 318º lugar do OWGR, aproximadamente, dependendo dos demais resultados da rodada, o que já o colocará, a partir desta segunda-feira, 22, como um dos reservas para disputar os Jogos de Tóquio, na virada de julho para agosto de 2021.

Mais do que voltar a pontuar, Adilson voltou a jogar com confiança. Ficou 50 dos 72 buracos do torneio sem devolver tacadas para o campo, o que só aconteceu duas veze na semana, com um bogey no buraco 14 do primeiro dia e com um duplo bogey no buraco 11 da volta final. Adilson fez 18 birdies e jogou os quatro dias abaixo do par (72) do campo. O brasileiro terminou com 273 (69-66-69-69) tacadas, 15 abaixo. Todos à sua frente foram sul-africanos. Jbe’ Kruger venceu com 267 (-21), seguido por Martin Rohwer (-19), Neil Schieteka (-18) e Hennie Otto e MJ Viljoen (-17)

OWGR – Adilson havia pontuado pela última vez para o OWGR ao terminar em quarto lugar no Swazi Open, também do Sunshine Tour, em 1º de novembro passado. Depois disso não foi bem em três torneios sul-africanos cossansionados pelo Tour Europeu, que encerraram 2020 (Joburg Open (70º), Alfred Dunhill (corte) e South African Open (corte).

Em 2021, depois de 12 semanas sem competir, aproveitou o reinício do Sunshine Tour com um 10º lugar no Kit Kat Group Pro-Am, mas não passou o corte no Players Championship do Dainfern Golf Estate. Infelizmente o Tour Asiático, o principal para Adilson e onde estão em disputa muito mais pontos, ainda não voltou à atividade.

Corrida Olímpica – A corrida para Tóquio 20201 termina em 21 de junho, quando serão conhecidos os 60 jogadores com direito a participar dos Jogos Olímpicos. Dustin Johnson, o número 1 do mundo, alegando problemas de agenda, já avisou que não participará, mas isso apenas abrirá vaga para mais um americano, sem afetar o final da fila. No Rio 2016, vários dos melhores do mundo desistiram de viajar para o Brasil alegando a endemia do vírus Zica, que começou em 2012 no país e teve seu maior surto de abril de 2015 a novembro de 2016, espalhando-se depois para outros países da América do Sul, América Central e Caribe.

Acredita-se que com a pandemia de Covid-19 muitos atletas do golfe usem o medo de contaminação como desculpa para não ir a Tóquio este ano. Isso abrirá mais vagas, mas a maioria delas não atingirá o final da “bolha” para ficar entre os 60 classificados. Até este domingo, a vaga final – 60º lugar da corrida olímpica – está ocupada pelo argentino Fabián Gómez, 306 do mundo, tendo como reservas o indiano Rashid Khan (311), o chileno Mito Pereira (316) e mais três indianos: Udayan Mane (320), Gaganjeet Bhullar (324) e Karandeep Kochhar (351).

Reservas – Se levarmos em conta apenas os pontos do ranking mundial que estrão válidos em 21 de junho (todos perdem 1% de valor a cada semana) o 60º colocado hoje seria Bhullar (324), deixando Adilson ainda mais perto de chegar lá. Cada país pode inscrever até quatro jogadores se todos estiverem entre os Top 15 do mundo no ranking final, ou dois, nos demais casos.

O Brasil em apenas mais dois jogadores ativos no ranking mundial masculino: Alexandre Rocha (716) e Rafa Becker (1625), que voltam a jogar na próxima semana, no PGA Tour Latinoamérica. Mas com apenas dois torneios programados até agora no calendário do circuito em 2021, ambos têm chances quase nulas de ir a Tóquio. No feminino, o Brasil não tem mais como estar representado. Adilson é nossa única ficha em jogo.

Go, Adilson!

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    Vitória de Matsuyama no Masters foi a melhor coisa que poderia acontecer ao golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados