Copa Ricardo Rossi completa 19 anos revelando campeões para o golfe brasileiro

17/12/2018

Competição no campo executivo do São Paulo GC reuniu profissionais, amadores e kids

por: Ricardo Fonseca

O mestre Ricardo Rossi, um dos mais completos e premiados golfistas profissional e amador do Brasil já nos deixou há mais de dois anos, mas a competição de golfe para os kids e juvenis que ele criou continua a revelar campeões e a ser um dos momentos especiais de consagração do esporte, como comprova o sucesso da 19º Copa Ricardo Rossi 2018, disputada sábado, 15 de dezembro, no campo executivo de seis buracos do São Paulo Golf Club, na zona sul da capital paulista.

Ao lado, as equipes premiadas e Ryan com a placa que simboliza a importância do torneio.
Fotos: Luizinho Neto Gonçalves

A competição reuniu equipes de vários clubes paulistas formadas por profissionais, jogadores scratch, juvenis de destaque e pequenos estreantes sem handicap índex oficial, alguns disputando o primeiro torneio de suas vidas. A competição foi em 12 buracos na modalidade scramble, por equipes de cinco jogadores.

Premiados – O São Paulo Golf Club fez dobradinha na competição, após empate em primeiro lugar entre duas equipes com 24 (12-12) tacadas, 12 abaixo do par, novo recorde do torneio, e um desempate emocionante, decidido no último putt. O título ficou para a equipe dos profissionais Felipe Navarro e Caio Barbosa, do juvenil Guilherme Grinberg e dos kids Simon Mariano e Ryan Menezes.

Em segundo lugar ficou o time do profissional Rafa Barcellos, que teve a emoção de jogar ao lado de seu filho Eduardo, participando da primeira competição de sua vida, e de sua sobrinha, Manu Chaves Barcellos, filha do irmão mais velho, Nico Barcellos, que ganhou ainda o prêmio de bola mais perto da bandeira. Completaram o time os juvenis Thomas Choi e Gabriel Pedone.

Destaques – Em terceiro, com 25 (12-13) tacadas, 11 abaixo, mais uma equipe do São Paulo GC, onde Erik Andersson, head-pro do clube, jogou ao lado do juvenil Pedro Marchioni e do scratch Felipe Almeida e seus dois filhos, Luca e Lorenzo, ambos destaques do Brasil Kids Golf Tour, circuito criado pelo pai que está revolucionando o golfe infantil do país.

Em quarto lugar, com 26 tacadas, 10 abaixo, empataram duas equipes. Uma do Clube de Campo, formada pelos profissionais Alfredo Coelho e Miguel Cavalieri, pelo juvenil Felipe Schmitt e pelos kids Lucas Lindquist e Lara Fittipaldi. A outra, do São Paulo GC, teve os profissionais Jim Almquist e Tamas Janovitz, que jogou ao lado do filho Oliver Janovitz e do juvenil Enzo Gargiulo.

Vera Rossi fez questão de entregar os prêmios às três melhores equipes e a taça de posse transitória que leva o nome do marido. Participaram 50 jogadores, dez equipes, do São Paulo GC, Clube de Campo, São Fernando e Centro Esportivo FPG. O torneio terminou com um churrasco de confraternização, entrega de prêmios e sorteios.

Ricardo Rossi – Criador da competição mais antiga para kids do golfe brasileiro, Ricardo Rossi teve a honra de ser o primeiro golfista do Brasil a passar o corte em um major, no Masters de 1953, quando terminou em 55º lugar. Ele também, disputou cinco British Opens, tendo como destaque o 17º lugar no torneio de 1956, em Hoylake. Em 1952, ficou em segundo lugar no Aberto do Brasil, perdendo o título para o lendário Sam Snead. Como profissional, ele disputou torneios em quase todos os países da América do Sul, além de Itália, Inglaterra, Escócia, África do Sul, Egito e Estados Unidos.

Em 1960, Rossi voltou a ser amador, vencendo mais de 120 torneios ao redor do mundo. Com ele na equipe, o Brasil viveu seu momento mais importante no Mundial de Golfe, a Taça Eisenhower de 1974, na República Dominicana, quando o país conquistou seu único pódio e medalha de bronze, jogando ao lado de Priscillo Diniz, Jaime Gonzalez e Rafael Navarro.

Mais conquistas – Rossi foi ainda três vezes campeão do Amador do Brasil em 1973, 1977 e 1978 e quatro vezes campeão da Los Andes, o Sul-americano de Golfe por Equipes. Foram duas vezes como jogador, em 1972, no São Paulo GC, com Jaime Gonzalez, Carlos Sozio e Douglas McFarlane, e em 1975, em Quito, no Equador, com Priscillo Diniz, Douglas McFarlane e Sergio Nogueira; e duas como capitão, em 1982, no São Paulo GC, e em 1988, em Montevidéu, no Uruguai.

Rossi também foi um dos mais importantes arquitetos de campos de golfe do Brasil, tendo projetado e construído a segunda volta do campo de 18 buracos do Terras de São José Golf Club, em Itu (SP). Em 2003, foi convidado por Anwar Damha para projetar e construir o Damha Golf Club, que Rossi definia como sua obra-prima. “Coloquei no campo do Damha a experiência de toda uma vida toda jogando golfe pelo mundo inteiro”.

Vera e Ricardo Rossi, em 2015, na última competição dos kids em que estiveram juntos.      Foto: Thais Pastor

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados