Especial: Rocha tem cinco torneios do Web.com Tour para se classificar para os Jogos do Rio

31/05/2016

Brasileiro volta a campo, de quinta a domingo, na República Dominicana, e não tem tempo a perder

 

Rocha: nove Top 10s nos últimos três anos, incluindo um título e dois vices, provam que ele tem recursos de sobra para chegar ao Golfe 2016

por Ricardo Fonseca

Restando apenas cinco torneios do Web.com Tour, incluindo o desta semana, antes da definição dos 60 jogadores que presentarão seus países no golfe dos Jogos do Rio 2016, o brasileiro Alexandre Rocha não mais tempo a perder. Atual número 582 do ranking mundial de golfe, Rocha precisa de uma vitória, duas colocações entre os três, três entre os cinco primeiros, ou qualquer outra combinação de resultados que lhe deem os 11 pontos que precisaria hoje para superar o taiwanês Lin Wen-Tang, 337 do mundo, que esta semana é o 60º e último colocado do ranking olímpico.

Rocha, na verdade, é o terceiro brasileiro do ranking mundial de golfe. Ele está atrás de Adilson da Silva, da equipe YKP/Azeite 1492 de golfe, 280ª do mundo, e único brasileiro entre homens e mulheres já com vaga assegurada para os Jogos do Rio 2016; e de Lucas Lee, 479º do ranking mundial de golfe, o outro único, além de Rocha, com chances de conquistar a segunda vaga a que o Brasil teria direito.

Vantagens do mais fraco  Apesar de jogar no Web.com Tour, o circuito de acesso ao PGA Tour, do qual Lucas é membro, Rocha tem a vantagem de estar garantido em todos os torneios até o final da corrida olímpico, enquanto Lucas tem jogado pouco e sempre enfrenta adversários muito fortes, o que tem dificultado com que passe os cortes. Em resumo, apesar de o PGA Tour dar muito mais pontos para o ranking mundial, é mais fácil passar cortes e pontuar no circuito de acesso, o de Rocha.

Rocha jogou sete torneios do Web.com Tour em 2016, passou o corte em cinco e pontuou duas vezes para o ranking mundial, com um sétimo e um 14º lugar. Lucas, por sua vez, jogou dez torneios desde que a atual temporada do PGA Tour começou em outubro de 2016, passou o corte em três e só pontuou apenas em um, onde ficou em 38º lugar. No Web.com Tour pontuam os 17 primeiros, com 14 pontos para o campeão. No PGA Tour, pontuam no mínimo os 28 primeiros, com 24 pontos para o campeão. Mas há torneios em que os até os 50 primeiros podem pontuar, infelizmente os mais concorridos, onde Lucas não tem conseguido jogar.

Dificuldade – O torneio de Rocha desta semana, de quinta a domingo, é o Corales Puntacana Resort and Club Championship, torneio que estreia no circuito, no campo de mesmo nome, na República Dominicana, com US$ 650 mil em prêmios. Há 156 jogadores em campo, dos quais 42 já venceram 73 torneios do Web.com Tour, sendo que oito deles foram campeões este ano. Há também nove jogadores que já ganharam 16 vezes no PGA Tour. E todos os participantes juntos já venceram 138 torneios ao redor do mundo. Rocha, apenas um, o Aberto do Brasil, do PGA Tour Latinoamérica, em 2015.

Quatro jogadores que não conseguiram vaga no PGA Tour desta semana também desceram para o circuito de acesso, one jogam ao lado de outros quatro que já foram membros plenos do PGA Tour e dois jogadores do PGA Tour entre 48 e 49 anos, que também tem direito a jogar no Web.com Tour em preparação para o Champions Tour, dos veteranos.

Caminho das pedras – Ou seja, embora “apenas” uma vitória possa colocar Rocha nos Jogos do Rio 2016, o brasileiro não tem tarefa fácil neste e nos próximos quatro torneios. Mas sempre vale lembrar que em sua penúltima temporada no Web.com Tour, em 2013, Rocha conseguiu um quarto e um quinto lugares consecutivos. E que no ano anterior, no PGA Tour, Rocha foi vice-campeão em um torneio e quarto colocado em outro.

De 2012 para cá, em duas temporadas do PGA Tour, três, com esta no Web.com Tour, e uma no PGA Tour LA, Rocha acumula nove Top 5 no circuito mundial, sendo uma vitória, dois vice-campeonatos, dois terceiros, três quartos e um quinto lugares. E já foi 343º do mundo, posto que hoje o colocaria no Rio 2016. Ou seja, já mostrou mais de uma vez que conhece o caminho das pedras e tem jogo para chegar aonde quer, ainda mais que os resultados que o colocariam no Rio 2016 também garantiriam sua volta ao PGA Tour.

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Golfe e Música em Trancoso: reserve já e não perca os mais concorridos torneios do ano

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados