Golfe 2020: Com Top 10 na África do Sul, Adilson da Silva sobe mais no ranking olímpico

11/02/2019

Profissional brasileiro pontua pela sétima vez e consolida sua posição para jogar em Tóquio

Adilson da Silva comemorando vitória no Taiwan Masters. Foto: Tour Asiático

por Ricardo Fonseca

Único golfista brasileiro que estaria nos Jogos de Tóquio se a competição fosse hoje, o profissional gaúcho Adilson da Silva deu mais um importante passo a caminho de participar de sua segunda olimpíada consecutiva ao terminar em oitavo lugar no RAM Cape Town Open, do Sunshine Tour, o circuito profissional da África do Sul, encerrado neste domingo, 10 de fevereiro, no Royal Cape Golf Club, em Cape Town. Apesar de um tropeço no terceiro dia, que o afastou da disputa pelo título, Adilson somou 280 (71-63-75-71) tacadas, oito abaixo do par, o suficiente para ganhar mais 1,82 pontos no ranking mundial de golfe (OWGR).

Esta foi a sétima vez que Adilson da Silva pontuou para a corrida olímpica, que, para os homens, começou dia 1º de julho de 2018 e prossegue até 22 de junho de 2020, um mês antes de o golfe masculino começar a ser disputado nos Jogos de Tóquio, Para as mulheres, que competem na semana seguinte, a corrida olímpica vai de 8 de julho a 29 de julho. Com isso, Adilson já é o 57º colocado da lista de 60 jogadores com direito a competir em Tóquio. Para estar nela é preciso estar hoje entre os 328 melhores do mundo, entre os homens, ou entre as 495, entre as mulheres.

Corrida olímpica – Adilson ganhou duas posições no ranking mundial quando a classificação foi atualizada nesta segunda-feira, tão logo terminou o jogo do PGA Tour, em Pebble Beach, ganho po Phil Mickelson. Adilson passou para o 267º lugar (atualizado), com média de 0,66 pontos, levados em contra os torneios dos últimos 24 meses anteriores. O melhor, no entanto, é que esses pontos continuam valendo até o final da corrida olímpica, à medida que os resultados anteriores a 1º de julho de 2018 forem sendo descartados semanalmente.

Quando a corrida começou Adilson era o número 446 do mundo; já ganhou 183 posições graças a uma vitória no Taiwan Masters, do Tour Asiático, a um vice-campeonato no Sun Wild Coast Sun Challenge, do Sunshine Tour, e a mais três Top 10s neste torneio (8º), no Sibaya Challenge (8º) também de Sunshine Tour, e na Asia-Pacific Diamond Cup Golf (9º) do Tour Asiático e Tour Japonês.

Resultados – Adilson começou o torneio com uma volta de 71 tacadas, uma abaixo do par, perigosamente perto da linha de corte, mas saltou para o terceiro lugar depois de jogar 63, nove abaixo e segunda melhor volta da semana, no segundo dia, quando fez dez birdies e apenas um bogey. No sábado, no entanto, uma série de bogeys o levou a jogar três acima, perdendo a chance de lutar pelo título. Voltou a jogar 71 no domingo para terminar a cinco tacadas do campeão, Benjamin Follett-Smith, do Zimbábue, e apenas três atrás dos vices, Zander Lombard, da África do Sul, e Jean-Paul Strydom, da Grécia.

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados