Hall da Fama do Golfe Mundial muda regras e deve incluir Tiger Woods ainda em 2021

22/01/2020

Idade mínima para ser indicado foi reduzida de 50 para 45 anos, entre outras alterações

Saguão de entrada do Hall da Fama tem foto de Tiger em seu painel 

por | Ricardo Fonseca

Assim como quem não quer nada, o Hall da Fama do Golfe Mundial anunciou diversas mudanças em seus estatutos, sendo a principal delas a redução de 50 para 45 anos a idade mínima para alguém ser indicado para fazer parte de seus quadros. Agora é preciso ter 45 anos no ano da indicação e, coincidentemente, Tiger Woods completa 45 anos dia 30 de dezembro deste ano. Agora, Tiger poderá entrar para o Hall da Fama já em 2021. Nada mais justo.

O Hall da Fama do Golfe Mundial tem sede no World Golf Village, em St. Augustine, na Flórida e é um dos poucos halls da fama do mundo comum a homens e mulheres. É apoiado por 26 das maiores entidades de golfe de todo o mundo. Aparentemente seus dirigentes preferiram não se arriscar esperando para homenagear Tiger aos 51 anos, quando ele poderia não estar mais jogando ou vencendo e deram um “jeitinho” para antecipar isso. O curioso é que o limite, que era de 40 anos, foi elevado para 50, em 2016, primeiro ano em que Tiger poderia ser indicado.

Agora, com a mudança para 45 anos, Tiger poderá ser indicado ainda este ano – a reunião é no final do ano – para se juntar aos já 160 membros do Hall da Fama em 2021. Ernie Els (2011) e Phil Mickelson (2012) já fazem parte do Hall da Fama, indicados quando a idade limite era de 40 anos. No caso de jogadores do PGA Tour é preciso ter sido ainda membro do circuito por 10 anos e ter 10 vitórias em torneios, ou dois títulos de majors ou do The Players Championship. Tiger está no circuito há quase 24 anos e tem oito vezes os quesitos de vitórias.

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados