Honda Open – Aberto do PL: Victor Santos (PR) vira jogo no final e lidera por três, em Arujá

13/05/2022

No feminino, Marina Nonaka (SP) abre uma de vantagem sobre Valentina Bosselmann (RJ)

Acima, Victor, líder por três após os primeiros 18 buracos. Abaixo, Marina, vencendo por uma. Fotos: Thais Pastor/F2 (arquivo)

Reportagem atualizada após a desclassificação de Andrey Xavier

O paranaense Victor Maciel dos Santos, do Alphaville Graciosa, e a paulista Marina Nonaka, do Arujá, saíram na frente na disputa do Honda Open – 45º Aberto Masculino e 20º Feminino do PL Golf Clube, que começou a ser jogado nesta sexta-feira, 13, em Arujá (SP), valendo para o ranking mundial amador de golfe (WAGR) e para os rankings nacionais. O torneio, que não foi jogado nos últimos dois anos por causa da pandemia, tem como novidade a estreia das mulheres jogando pela primeira vez na mesma data dos homens e estreando para o WAGR feminino. Em 2019, o Aberto do PL estreou como competição do WAGR masculino.

A competição masculina foi jogada nos campos Glory e Lily, nessa ordem, dois dos três percursos de nove buracos do PL. Victor só assumiu a ponta nos buracos finais ao fazer quatro pares consecutivos e birdie no 18 para somar 75 (37-38) tacadas e abrir três de vantagem sobre os adversários. Victor fez três birdies no dia, mas também seis bogeys, três deles consecutivos no começo da segunda metade do campo.

Desclassificação – O gaúcho Andrey Xavier, do Campestre de Livramento teria dormido em segundo lugar se não fosse desclassificado por marcar o cartão errado. Anotou, assinou e entregou o cartão com um resultado menor (4) do que o real (5), no buraco 12, onde havia salvado o par. Jogou 78 (38-40), mas seu cartão mostrava 77 (38-39). Andrey percebeu o erro e voltou para avisar, mas como já havia deixado o recinto de entrega de cartões, não se livrou da desclassificação. Regra 3.3b.

Com isso, o paulista Matheus Park, do Paradise, que liderou quase toda a rodada, herdou o segundo lugar isolado, com 78 (36-42) tacadas. Ele aproveitou três dos quatro pares 5 do campo, incluindo os dois da primeira volta, onde fez ainda um duplo bogey, mas desandou nos nove buracos finais, onde fez um triplo bogey-7, no buraco 11, e, depois de seu terceiro birdie do dia, jogou quatro acima nos cinco buracos finais.

Os outros a quebrar as 80 tacadas foram João Bossetto (42-37), do Arujá, e Lucas Park (36-43), do Paradise, irmão mais velho de Matheus, que dividiram a quarta colocação com 79. Lucas terminou a volta com um quádruplo-bogey 9, no 18. Thor Salen, do Itanhangá, jogou 80, enquanto três jogadores dividiam o sexto lugar, com 81: Diogo Oliveira (40-41), da Associação Esportiva São José; Gabriel Santos (39-42), do Arujá; e o sênior Mario Ghisalberti (39-42), do Portal Japy, que fez dois duplos bogeys na reta final.

Feminino – Entre as mulheres, apesar de dois bogeys nos quatro buracos finais, a paulista Marina Nonaka, do Arujá, a número 1 do Brasil, jogou 77 tacadas, cinco acima, para estrear uma à frente da carioca Valentina Bosselmann, do Itanhangá, a brasileira mais bem colocada do WAGR, que jogou 78. Marina fez três birdies, mais do que qualquer outra mulher em campo, mas também dois duplos bogeys. O jogo feminino foi disputado nos campos Panzy (primeiros nove) e Glory (segundos nove).

Em terceiro, com 84 tacadas, empataram Gabriele Rodrigues, do Arujá, e Daniela Arantes, do São Fernando. Maria Eduarda Ferraz, do Arujá, vem a seguir, com 87. Kyoung Kim, do Clube de Golfe de Campinas e Atsumi Ishizaki, do PL, dividiram a sexta colocação, com 88.

Mais jogadores – Neste sábado, entram em campo os homens de handicap índex de 8,6 em diante e as mulheres, de 16,1 em diante, para jogar 36 buracos, até domingo, valendo apenas para os rankings da FPGolfe. Estarão em jogo 22 troféus em oito categorias, sendo cinco masculinas (scratch; de handicap índex até 8,5; de 8,6 a 14; de 14,1 a 19,4; e de 19,5 a 25,7) e três femininas (scratch; até 16; e de 16,1 a 25,7). Na scratch são dois troféus em disputa; nas demais categorias três.

Hole-in-one – Neste primeiro dia ninguém levou a moto Honda 125 que está sendo oferecida de prêmio para quem fizer um hole-in-one em três buracos do PL: os de número 4 dos campos Glory e Lily e o de número 3 no Panzy. A premiação está valendo até domingo, na volta final de todas as categorias.

Horários de saída e resultados

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Aproveite o acordo entre a Pousada Travel Inn Trancoso e o Terravista Golf Course

  • Golfe 2016

    Jogos de Tóquio: Nelly Korda leva susto, mas vence por uma e dá aos EUA seu segundo ouro no golfe


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados