Interclubes Scratch de SP: São Paulo GC vence de ponta a ponta; São Fernando é vice

18/11/2019

Bastos vence PL na Divisão A e ambos ascendem à Especial, no lugar do Clube de Campo, rebaixado

Acima, a equipe do São Paulo, campeã da Divisão Especial; abaixo o time do Bastos, que venceu a Divisão A

Líder por cinco tacadas ao começar o dia, o São Paulo Golf Club não precisou de nenhum volta de destaque nos jogos individuais deste domingo, 17 de novembro, para confirmar seu favoritismo e conquistar o título da Divisão Especial do 30º Torneio Interclubes Masculino Scratch do Estado de São Paulo – 2019, no Ipê Golf Club, em Ribeirão Preto (SP). Na Divisão A, o Bastos foi campeão nos critérios de desempate, com o PL em segundo, mas ambos ganharam o direito de ascender ao grupo da Especial, em 2020.

O São Paulo GC foi campeão com 431 (67-138-226) tacadas e quatro de vantagem sobre o São Fernando, que somou 435 (70-142-223). Houve jogos de duplas Melhor Bola nos dois primeiros dias, valendo o melhor resultado dos dois de cada clube, na sexta-feira, e o das duas duplas de cada time, no sábado. No domingo, a competição foi individual de stroke play, valendo três de quatro resultados por clube.

Vitória – O São Paulo jogou e venceu com Gui Grinberg (74 tacadas, duas acima), Lucas Steinhoff (76), Thomas Choi (76) e Bobby Huang (83). No primeiro dia, a dupla de Gui e Choi jogou 67, cinco abaixo, e no segundo o time pontuou com Gui e Huang jogando 65 e com Choi e Steinhoff marcando 73. O São Fernando, que começou o dia em terceiro, fez o melhor parcial do domingo para ser vice jogando com Dylan Song (72, par do campo e melhor volta do dia), Nick Song (74), Pietro Alvim (77) e Rafael Benadiba (80).

Esse foi o segundo título do São Paulo em cinco anos, e o primeiro desde 2015. Nos três anos anteriores o São Paulo foi vice-campeão, perdendo para o Damha, em 2016 e 2017, e para o São Fernando, em 2018. O Ipê GC, que jogava em casa e vinha em segundo desde a estreia, caiu para o terceiro lugar com 438 (68-142-228).

A seguir terminaram Associação Esportiva São José, com 446 (72-145-229); Damha Golf Club, com 447 (71-143-233); Guarapiranga Golf & Country Clube, com 463 (70-150-243); e Clube de Campo de São Paulo, sétimo e último colocado, com 464 (76-147-241), rebaixado por apenas uma tacada. Houvesse um oitavo colocado ele também seria rebaixado.

Divisão de acesso – Na Divisão A o Bastos Golf Clube venceu nos critérios de desempate ao somar 482 (76-153-253) tacadas jogando no domingo com Leonardo Yoshikawa (77), Wesley Franco (85), Rubens Kakimoto (91) e Matheus Mizuma (93). O PL ficou em segundo com 482 (75-156-251) por ter feito menos tacadas nas duplas (somatória dos dois dias, sexta e sábado), mas ambos ganharam o direito de jogar no Especial em 2020.

Mauro Batista, diretor executivo da FPG, representou a entidade e apresentou a cerimônia de premiação que teve ainda, compondo a mesa, Enoque de Paula, presidente do Ipê Golf Club, e Matheus Castelli, capitão do clube que cedeu seu campo para o aniversário de 30 anos do evento. Além dos times campeões, foram premiados os capitães do clubes que terminaram em segundo lugar, André Conolly, do São Fernando, e Leo Yoshikawa, do Bastos.

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados