LAAC 2020: Andrey Xavier é um dos favoritos para vencer esta semana, no México

15/01/2020

Seis brasileiros disputam torneio que dá vaga no Masters e no The Open. Assista ao vivo

 por | Ricardo Fonseca

O gaúcho Andrey Xavier, do Belém Novo GC, estreia nesta quinta-feira, 16 de janeiro, no LAAC – Latin America Amateur Championship 2020, como um dos favoritos para vencer o maior torneio amador do continente, e conquistar o prêmio que pode mudar a vida de qualquer golfista: convites para jogar em dois dos quatro majors do golfe mundial: o Masters e o The Open, além de outras regalias. O LAAC vai ser jogado ser jogado até domingo, 19, no campo El Camaleón GC, de Mayakoba, na Riviera Maya, no México, sede de um torneio anual do PGA Tour, e será transmitido ao vivo pela ESPN (veja abaixo).

Para se ter ideia da importância do LAAC basta lembrar que o chileno Joaquín Niemann, depois de ser campeão em 2018, jogou no Masters, virou profissional, ganhou convites para alguns torneios do PGA Tour onde conseguiu resultados para entrar direto no maior e mais bem pago circuito profissional do mundo, onde já venceu um torneio, integrou a equipe Internacional da Presidents Cup e é hoje o 54º do ranking mundial (OWGR). Ou do mexicano Álvaro Ortiz, campeão de 2019, que passou o corte no Masters e já jogou meia dúzia de torneios do PGA Tour.

Brasileiros – Todos os seis brasileiros que se classificaram para o LAAC 2020 através do ranking mundial amador de golfe – completam a delegação Fred Biondi, Gui Grinberg, Lucas Park, Daniel Kenji Ishii e Matheus Park – têm condições de lutar pelo título, mas Andrey se destaca pelo momento especial que vive em sua carreira e pelo seu retrospecto no torneio. Na edição anterior, em 2019, no campo do Teeth of the Dog, na República Dominicana, Andrey jogou duas voltas de 66 (-5), para terminar em quinto lugar, como o melhor brasileiro. Esse foi o segundo melhor resultado de um brasileiro na história do LAAC, só superado pelo terceiro lugar de André Tourinho, na edição inaugural, em 2015.

Depois de seu feito na edição passada do LAAC, Andrey venceu sete torneios válidos para o Ranking Mundial Amador de Golfe (WAGR) no Brasil, incluindo os abertos do Rio de Janeiro e Paraná, além de ter fechado 2019 com uma vitória na Copa Tailhade, fortíssimo evento amador da Argentina. Andrey chega ao Mayakoba duas semanas depois de conquistar o título do Junior Orange Bowl, onde se tornou apenas o segundo brasileiro a vencer, repetindo o feito de Erik Andersson, há 34 anos. Com isso, Andrey é hoje o 284º colocado do WAGR onde é disparado o melhor brasileiro e único entre os Top 1000.

Mais Brasil – Entre os brasileiros, também é grande a expectativa pela estreia no juvenil Gui Grinberg, do São Paulo, no LAAC, depois de uma temporada estelar onde conquistou sete título do WAGR, incluindo o Faldo Series South America Championship, o Campeonato Juvenil de Chile e o US Kids South American Championship, além dos abertos do Itanhangá, São Fernando e PL.

Kenji, do Itanhangá, que jogou todas as edições anteriores, mas sem nunca se destacar, conta com a experiência acumulada no torneio e com o fato de ser o único a conhecer o campo, onde defendeu o Brasil no Mundial Amador – Troféu Eisenhower, em 2016, enquanto Biondi, ainda se adaptando ao golfe universitário dos EUA, tenta superar o excelente sexto lugar de 2019. Lucas e Matheus Park, do Paradise, são estreantes no LAAC.

Mais favoritos – Entre os favoritos ao título no Mayakoba destacam-se o chileno Toto Gana, que venceu o LAAC de 2017, no Panamá, e foi quarto colocado na edição passada. Hoje joga pela Lynn University, dos EUA, onde obteve sete Top 10s, em 2019. Destaque ainda para os jogadores locais, como Aaron Terrazas, Top 10 em 2019 e vice-campeão do Internacional Amateur do México; Jorge Villar, outro Top 10 da edição passada e Emilio González, que vem de uma vitória e cinco Top 10s na NCAA, onde defende a St. Mary University, além de um terceiro lugar no Campeonato Internacional de Amadores do México.

Outro nome a considerar é o do colombiano Iván Camilo Ramírez, número 1 de seu país, que joga no LAAC desde sua primeira edição e vem de um Top 10 na edição passada. Também são fortes concorrentes o chileno Gabriel Morgan Birke, o melhor ranqueado em campo (terminou 2019 como Top 60 do WAGR), que vem de um terceiro lugar em 2018; o argentino Mateo Fernández de Oliveira, campeão de um torneio profissional na Argentina, estreante da Texas Christian University, e o peruano Julián Périco, da Arkansas University, onde foi campeão por equipes e oitavo colocado individual de sua conferência. Destaques ainda para o chileno Benjamín Saiz-Wenz, que acaba de ganhar o Aberto Sul-Americano Amador, para os argentinos Abel Gallegos, Jesús Montenegro e Andy Schonbaum; e para o colombiano Juan Camilo Vesga.

Televisão – A ESPN 2 vai transmitir o LAAC 2020 ao vivo, sendo que quinta e sexta a transmissão começa às 17 horas, e no sábado e no domingo, às 14 horas (pela hora oficial, o Brasil está hoje duas horas à frente da Riviera Maya). Para quem não tem a ESPN 2 ou estará fora de casa, o site do LAAC (http://www.laacgolf.com) também promete transmissão ao vivo na internet. Aproximadamente metade dos 108 jogadores serão cortados após 36 buracos, com apenas os 50 primeiro e empatados jogando no final de semana.

Nos dois primeiros dias haverá saídas pelos tees do 1 e do 10, das 7h45 às 13h28 (horário local), ou das 9h45 às 15h28 (hora oficial do Brasil). Kenji jogará no primeiro horário desta quinta, com Andrey e Matheus indo a campo pouco depois. Biondi e Lucas jogam no meio do draw, enquanto Gui sai no penúltimo grupo do dia. Os horários de sexta-feira, segundo dia, também estão disponíveis.

Horários de Saída

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados