Latino-Americano: Matheus, Alessandro, Mazon e Flávio Cabral vencem no Sapezal. Veja fotos

15/07/2019

Os quatro irão representar a FPG e o Brasil na final internacional, em Riviera Maya, no México

Diretoria da FPG, com os quatro classificados para defender o Brasil, na final internacional do Latino-Americano, no México. Fotos: Thais Pastor/F2 Comunicação

Matheus Park, do Paradise, na scratch; Alessandro Fonseca, do Careca, na até 8,5; Ademir Mazon, do Sapezal, na 8,6 a 14; e Flávio Cabral Costa, do Japy, na 14,1 a 25,7, foram os vencedores da classificação para o Campeonato Latino-Americano de Golfe, disputada neste final de semana, 13 e 14 de julho, no Sapezal Golfe Clube, em Indaiatuba (SP), o campo oficial da Federação Paulista de Golfe (FPG). Os quatro irão representar a FPG e o Brasil na final internacional do Latino-Americano, de 14 a 19 de outubro, no Riviera Maya Golf Club, em Tulum, no México, com tudo pago.

Veja o álbum de fotos completo da seletiva

O Latino-Americano é o campeonato amador para golfistas de todos os handicaps mais importante de todo o continente, com cobertura completa pelo Golf Channel, que patrocina o evento. As seletivas da FPG envolveram mais de 1,3 mil golfistas filiados à entidade que participaram dos torneios válidos para o ranking da temporada de 2018, com os melhores classificando-se para essa final. A partir do próximo ano, o sistema de seleção será ampliado, com a classificação final passando a reunir não só os melhores da temporada de 2019 mas também os primeiros do ranking do primeiro semestre de 2020.

Decisões – Apesar do cansaço de cinco semanas seguidas de torneios, Matheus Park disparou na liderança no primeiro dia ao jogar quatro abaixo do par e foi o campeão scratch de ponta a ponta, com 138 (66-72) tacadas, duas abaixo. Este será o terceiro ano consecutivo que Matheus irá à final internacional. Alessandro Fonseca, fez a melhor volta do segundo dia para terminar em segundo na scratch, com 148 (77-71), dez tacadas atrás do campeão e uma à frente de Marcos Negrini, do Damha, terceiro colocado com 149 (73-76).

Alessandro perdeu o título da scratch mas venceu a categoria com handicaps índex até 8,5, de virada ao somar 136 (71-65) tacadas, quatro abaixo, e terminar cinco à frente de Fernando Silva, seu companheiro de Careca, que havia começado o dia empatado com ele em segundo, e somou 141 (71-70). Arnaldo Pfaff, do Paradise, líder da véspera, terminou em terceiro com 147 (72-75).

Playoff – Mas as maiores emoções estavam reservadas para a categoria de 8,6 a 14, onde Luiz Carlos Rosolen, do Avaré, começou o dia liderando por seis tacadas de vantagem, mas permitiu a reação de Ademir Mazon, que conseguiu levar o jogo para o desempate. Rosolen somou 142 (64-78) tacadas, duas acima, mesmo total de Mazon (70-72). O jogo só foi decidido no segundo buraco extra, onde Rosolen salvou o par da banca, mas foi superado por Mazon, que colou a segunda no green e fez birdie para carimbar seu passaporte para o Latino-Americano pelo quinto ano consecutivo.

Outra decisão apertada foi na 14,1 a 25,7 (essa faixa de handicaps no Latino-Americano, que engloba a 14,1 a 19,5 e a 19,6 a 25,7), onde Flavio Cabral Costa só garantiu o título no último buraco, ao somar 131 (64-67) tacadas e terminar uma à frente de Eduardo Chaves, do Clube de Campo, que somou 132 (65-67). William Souza Muniz, do Ibiúna, ficou em terceiro, com 136 (66-70) tacadas.

Premiação – Mauro Batista, diretor executivo da FPG, que comandou a entrega de prêmios, ressaltou que a classificação final reuniu jogadores de 12 clubes de São Paulo e Mato Grosso do Sul, e teve como campeões golfistas de cinco clubes diferentes. Ele explicou ainda que o objetivo dessa competição é premiar os melhores e mais assíduos jogadores de todas as categorias de handicap que participam dos torneios válidos para os rankings da FPG, dando a todos a oportunidade de competir internacionalmente, como é feito com os jogadores de alto rendimento.

A mesa de premiação foi composta por Antônio Carlos Padula, presidente da FPG, que desejou boa sorte aos classificados e pelos vice-presidentes Geraldo Dontal e Ademir Mazon, que ressaltou a importância do Latino-Americano onde competem finalistas de 12 países, com destaque para a Argentina, que teve 11 mil jogadores participando de suas classificatórias. Foram premiados os três primeiros colocados das quatro categorias. O evento terminou com um almoço de confraternização com comida caseira.

A final da Classificatória para o Campeonato Latino-Americano de Golfe, organizada anualmente pela Federação Paulista de Golfe, teve apoios da Honda, patrocinadora oficial da FPG, Vitória Hotéis e Sapezal Golf – FPG.

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados