Masters 2019: Tiger Woods garante que está pronto para voltar a vencer um Major

11/04/2019

Ele é o segundo maior favorito da semana, mas não vence no Augusta National há 13 anos

por | Ricardo Fonseca

Tiger Woods tem uma relação muito especial com o Masters. Foi o primeiro major que disputou, ainda como amador, em 1995, levando a medalha de prata de Melhor Amador, por seu 41º lugar, e o primeiro major dos 14 que venceu, em 1997. Depois disso ganhou mais três Masters (2001, 2002 e 2005), num intervalo de cinco anos. Isso sem contar os vice-campeonatos de 2007 e 2008, num total de 11 Top 5s em Augusta.

Mas Tiger não vence o Masters há 13 anos, e nenhum major desde o US Open de 2008, ou seja, caminha para o 11º ano em que sua conta de majors está estagnada em 14, ainda bem distante do recorde de 18 títulos majors de Jack Nicklaus, que sempre almejou. Por outro lado, Tiger vem de impressionantes exibições nos dois últimos majors que jogou, terminando em sexto no British Open e como vice-campeão do PGA Championship, ambos em 2018. E não podemos esquecer sua vitória no Tour Championship, em setembro, aos 43 anos, encerrando um jejum de cinco anos.

Pronto para vencer – Woods está pronto para vencer um major novamente. Quem garante é ele. “Eu provei que posso voltar a vencer um grande torneio nos dois últimos majors de 2018”, disse Tiger em sua entrevista pré-Master. “Eu cheguei perto e só faltaram alguns detalhes, não jogar fora algumas tacadas aqui e ali, e sei que era capaz de fazer isso no East Lake (Tour Championship)”, avalia. “Eu sinto como se tivesse melhorado muito nos últimos 12-14 meses, mas eu provei sobretudo que posso jogar neste nível novamente”, aposta. “Eu trabalhei muito para voltar a ser um dos jogadores que podem ganhar majors”.

Woods reconhece, no entanto, que está ficando mais velho e que após todas as contusões e cirurgias sofreu, teve que se adaptar. “A parte mais difícil é que eu não posso praticar como costumava fazer”, conta. “Minhas costas ficam doloridas, não consigo fazer como antes em todas as partes do meu jogo e não posso trabalhar em todas as partes do meu jogo todos os dias, tenho que escolher diferentes partes para trabalhar, uma por vez, e esse é o desafio que enfrento daqui para frente”.

Horário – Tiger, que ainda não passou de 12º do ranking mundial desde que voltou a competir regularmente, começa a jogar nesta quinta-feira, na primeira rodada do Masters, às 11h04 locais, 12h04 no Brasil. Ele jogou em apenas dois dos últimos cinco Masters, terminando em 17º, em 2015, e em 42º, em 2018. Não jogou em 2014, 2016 e 2017 por estar contundido.

Tiger joga os dois primeiros dias ao lado do chinês Haotong Li, 39º do mundo, e do espanhol John Rahm, 8º do ranking mundial. A transmissão da ESPN começa às 16 horas, quando ele já estará terminando sua volta. Na sexta-feira Tiger começa a jogar às 14h49 (15h49 no Brasil), poucos minutos antes de a ESPN entrar ao vivo.

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados