Miriam Nagl abre, nesta quinta, na Austrália, sua corrida final para os Jogos do Rio 2016

03/02/2016

Paranaense fez uma forte preparação que incluiu seis torneios do circuito local, com um vitória e três Top 5

 

Miriam Nagl: paranaense radicada na Alemanha aposta tudo para voltar ao ranking olímpico por mérito próprio

texto e foto: Ricardo Fonseca

Disposta a recuperar sua vaga entre as 60 jogadoras do ranking olímpico para o Rio 2016, posto que perdeu ao se ausentar por um ano das competições durante a gravidez que lhe deu a menina Laura Emília, em janeiro passado, a paranaense Miriam Nagl abre sua temporada 2016 na Austrália disputando o Victorian Open, de quinta a domingo, em dois campos do 13th Beach Golf Links, o Beach Courses, o principal, e o Creek Course utilizado um dia no rodízio pré-corte. O torneio é misto, com uma competição masculina e uma feminina ao mesmo tempo. O prêmio é de US$ 211 mil, tanto para os homens, como para as mulheres.

Miriam, de 35 anos, joga no Tour Europeu Feminino (LET) desde 2012, após cinco anos no LPGA Tour dos EUA. A brasileira esteve em todos os rankings olímpicos, classificada por mérito próprio, até parar de jogar no segundo semestre de 2014. Ao retornar ao em julho de 2015, Miriam ainda aparecia nas listas, como brasileira mais bem colocada do ranking, na vaga reservada ao país sede, mas depois perdeu o posto para a paulista Victoria Lovelady, que fez muitos pontos jogando no LETAccess, o circuito de acesso ao LET.

Pré-temporada – Depois de encerrar a temporada de 2015, Miriam foi treinar nos EUA até o final do ano, numa das pré-temporadas mais fortes de sua carreira. No começo deste ano, ela foi para o LPGA da Austrália (ALPG) para jogar seis torneios de dois dias do circuito local, onde se colocou em terceiro lugar no ranking de prêmios, graças a uma vitória na estreia, mais duas colocações entre as Top 5 e outras três entre as Top 20. Com isso, garantiu vaga para o Vic Open desta semana, e terá a chance de disputar muitos pontos para o ranking mundial. Victoria Lovelady também joga.

Na próxima semana, Miram joga no New Zealand Women’s Open, com € 200 mil em prêmios, que também integra o ALPG, mas vale ainda como torneio de abertura da temporada 2016 do LET. Miriam jogará na Nova Zelândia ao lado de Lovelady, sua concorrente para a vaga olímpica, as duas com convites dos organizadores. As duas brasileiras estão como reservas para o torneio seguinte, o Women’s Australian Open, mas ambas tem convite dos organizadores para o Ladies Masters, na outra semana, também na Austrália.

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados