PGA Tour: Mark Anderson abre temporada sem um bogey sequer e termina em 36º lugar!

14/09/2020

Stewart Cink, de 47 anos, encerrou 11 anos de jejum para voltar a vencer no PGA Tour

Mark Anderson, zero bogey, 36º lugar e Stwart Cink, dois bogeys, campeão

por | Ricardo Fonseca

Depois de idas e vindas do Korn Ferry Tour, o circuito de acesso, Mark Anderson de 34 anos estreou em sua quarta temporada completa do PGA Tour e segunda consecutiva com um feito raro: completou os 72 buracos dos quatro dias de jogo sem fazer um bogey sequer! Infelizmente seu total de 276 (68-69-71-68) tacadas, 12 abaixo do par, no Safeway Open, encerrado domingo, 13, no Silverado Resort and Spa North, em Napa, na Califórnia, serviu apenas para ele terminar empatado em 36º lugar.

Pior do que isso. Os pontos para o ranking mundial de golfe (OWGR), onde Anderson ocupa a 400ª colocação foram distribuídos apenas para os 35 primeiros colocados. Ele ficou fora por uma tacada. Nos últimos dez anos, apenas mais dois jogadores fizeram voltas sem bogeys e não venceram no PGA Tour: Scott Piercy, para ser vice-campeão do Byron Nelson Classic, em 2019, e, antes dele, Charles Howell III, para terminar em nono no Greenbrier de 2010.

Stewart Cink – Sem os melhores do mundo, na semana entre o Tour Championship, que encerrou a temporada 2019/2020 do PGA Tour, e o US Open desta semana, o Safeway foi dominado pelos jogadores do segundo escalão, com destaque para Stewart Cink, de 47 anos, que voltou a vencer no PGA Tour depois de 11 anos de jejum. Seu último título foi no The Open de 2009, no Turnberry Resort, na Escócia, depois de playoff de quatro buracos contra Tom Watson, na época com 59 anos, que tentava vencer o aberto britânico pela sexta vez. Cink brinca dizendo que o mundo todo torceu por Watson naquele dia, menos ele.

Cink, que fez apenas dois bogeys na semana, foi campeão com 267 (67-70-65-65) tacadas, 21 abaixo do par e duas de vantagem sobre Harry Higgs, que fez a melhor volta do torneio na sexta-feira ao fechar o dia com um albatroz de 232 jardas de distância e terminou com 289 (69-62-70-68), 19 abaixo. Doc Redman, Kevin Streelman, Chez Reavie e Brian Stuard empataram em terceiro, com 18 abaixo.

Pegando forte – Cink, que foi o segundo melhor em tacadas do tee, tanto no sábado, como no domingo, acertou 10 ou mais das 14 raias em cada rodada e não bateu nenhum drive com menos de 320 jardas (nos dois que são medidos oficialmente por dia). Cink, que já foi Top 5 do OWGR, entrou no torneio como 300º do mundo e saiu como o 151º da lista.

Desde a conquista de seu único major, Cink já viu 196 jogadores diferentes vencerem no PGA Tour. Nos seus agora sete títulos, Cink tem um título da série mundial, no WGC-NEC Invitational de 2004, e perdeu outro, o WGC-Bridgestone Invitational de 2006, num playoff para Tiger Woods.

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    PGA Tour: Entenda tudo o que está em jogo para Tiger esta semana, no Memorial


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados