Pro-Am Dom Tápparo: Ronaldo vence com 21 abaixo e 12 de vantagem, no Quinta do Golfe

10/06/2022

Herik faz hole-in-one num par 4 e divide o vice-campeonato com Navarro, Kenji, Gustavo

Ronaldo: campeão de ponta a ponta. Fotos: Thais Pastor/F2 Assessoria

Ronaldo Francisco somou 21 abaixo do par em 54 buracos para vencer de ponta a ponta e por 12 tacadas de vantagem a competição profissional da primeira edição do Pro-Am Dom Tápparo, encerrada nesta sexta-feira, 10 de junho, no Quinta do Golfe Clube, em São José do Rio Preto (SP). Neste sábado, os 20 melhores profissionais do torneio voltam a campo para jogar ao lado de celebridades, empresários e golfistas convidados na competição por equipes, que terminará com um show de Gian e Giovani, uma das duplas sertanejas mais famosas do Brasil.

Competição por equipes é neste sábado, seguida de show de Gian e Giovani

Ronaldo, head-pro do Quinta do Golfe, fez um eagle, 20 birdies e apenas um bogey nos três dias do torneio para estabelecer um novo recorde do campo e ser campeão com 195 (65-64-66) tacadas, 21 abaixo. Ronaldo fez o melhor resultado da quarta e da quinta-feira, mas nesta sexta foi superado por Felipe Navarro, do São Paulo GC, que jogou oito abaixo e igualou a melhor do torneio, estabelecida pelo campeão no dia anterior.

Mais destaques – Com isso, Navarro saltou do oitavo para o segundo lugar, com 207 () tacadas, nove abaixo, e dividiu a posição com Daniel Kenji Ishii (71-68-68), do Itanhangá; Herik Machado (72-68-67), do Campo Olímpico, e Gustavo Teodoro (72-65-70), do Ipê, vice-líder da véspera. Rogerio Bernardo, do Guarapiranga ficou em sexto, com 208 (68-70-70), oito abaixo, seguido por Marcos Silva, de Londrina, com 209 (70-70-69); Odair Lima, de Maringá, com 210 (70-71-69); Giordano Junqueira, do Ipê, com 211 (67-76-68); e Axell Balestre, da Fazenda da Grama, com 213 (78-66-69).

Mas poucos deixaram o campo mais felizes do que Herik Machado, que fez um hole-in-one no buraco 16, de par 4 – um raríssimo albatroz – ao embocar de drive da 319 jardas. Esse foi o quarto hole-in-one da carreira de Herik, e seu segundo num par 4, pois já havia feito outro de distância um pouco menor, nos EUA. Ele fez ainda um eagle-3 no buraco 11.

Resultados finais

Outro feito raro foi o de Hélio Cacimiro, de São Vicente, que abriu o dia com dois bogeys, antes de fazer dois eagles-3 seguidos, nos buracos 4 e 5, tudo isso para jogar 72, o par do campo. Outra tacada memorável foi a de Alfredo Coelho, do Clube de Campo, que embocou do meio da raia para fazer um eagle no buraco 9, de par 4, e terminar em 11º lugar, com duas abaixo. Dos 37 jogadores em campo, sendo 36 profissionais, 14  terminaram abaixo do par.

Celebridades

Giovanni Tapparo, Emerson Sheik, Bruno Tapparo, Marcos Pasquim, Cristiano Verdi e Breno Tapparo

Algumas da celebridades convidadas para jogar no Pro-Am Dom Tápparo já treinaram nesta sexta-feira, como o ator Marcos Pasquim, golfista apaixonado que já venceu torneios importantes em sua categoria, e o atacante Émerson Sheik, que virou um dos maiores ídolos do Corinthians ao fazer os dois gols da final da Libertadores de 2012, título inédito para o Timão.

Os irmãos Giovanni, Breno e Bruno Tápparo, a terceira geração da família no comando do Engenho Dom Tápparo, estarão em campo recebendo ainda outros convidados como o atacante Careca (Antônio de Oliveira Filho); Giovane Gávio, bicampeão olímpico e campeão mundial de vôlei; Fábio Abudi, presidente do Quinta do Golfe, e de João Pedro Pardo, o capitão do clube; Marcelo Varella, organizador do evento; Mauro Bayout, ex-presidente da Federação de Golfe do Estado do Rio de Janeiro; Carlos Gonzalez, do SerrAzul; Paulo Cabernite, do Grupo BEM; e Jair Junqueira, do Ipê Golf Club, entre outros.

Happy Hour – Após a rodada final da competição profissional desta sexta-feira, houve um happy hour de boas-vindas para os participantes na sede do Quinta do Golfe, seguida do sorteio que definiu as equipes para o Pro-Am, 20 ao todo, formadas por uma profissional e quatro amadores cada. Para o torneio valerão as duas melhores bolas de cada time. Outra atração serão os prêmios para hole-in-one, uma moto no buraco 6 e um carro no 10.

O Pro-Am deste sábado terá saídas simultâneas (shotgun) às 7h30, seguido de almoço e cerimônia de premiação do torneio profissional e do Pro-Am. Às 16 horas começa o show de Gian e Giovani, para os participantes do evento e convidados. A primeira edição do Pro-Am Dom Tápparo – Quinta do Golfe, tem patrocínio Master do Engenho Dom Tápparo, e patrocínios de G5 Construtora, Crivelin Medical Center, Euro Motors Group, Cachaça Cabaré, Cabaré Ice, Cerveja Cabaré e TNT Isotônicos.

Gian & Giovani

A dupla Gian & Giovani, uma das mais consagradas do Brasil, estreou em 1988, tendo como sucessos “Amante Anônimo”, “Espuma de Cerveja”, e “Você em Minha Vida”, entre outras, que os colocou nas paradas de sucesso do Brasil. Já no segundo LP, a dupla Gian & Giovani alcançou a vendagem de mais de 400 mil cópias, com a música “Nem Dormindo Consigo te Esquecer” ganhando vários prêmios e atingindo consagração nacional.

Em 2020, apesar da pandemia, Gian & Giovani se consagraram, dessa vez no mercado digital, como uma das duplas com a maior realização de Lives durante o ano. Somando as principais plataformas digitais, a dupla ultrapassa a marca de 1 milhão de ouvintes mensais, sendo 700 mil só no Spotify. Ainda em 2020, Gian & Giovani prestaram uma homenagem a música sertaneja com a gravação do “Gian & Giovani cantam João Mineiro e Marciano” com 30 sucessos que marcaram as gerações passadas, e agora estão eternizadas também nas vozes dos meninos de Franca.

Conheça o Engenho Dom Tápparo

A história do Engenho Dom Tápparo começa em 1978, quando José Tápparo resolveu produzir cachaça para consumo próprio e presentear os amigos. A cachaça fez tanto sucesso que José Tápparo viu nessa atividade uma oportunidade de negócio. Com a entrada da segunda geração na empresa, o engenho cresceu e passou a produzir vários tipos de cachaças, coquetéis alcoólicos e licores. Hoje a empresa conta com a colaboração da terceira geração da família.

As cachaças Dom Tápparo são envelhecidas em barris que dão à bebida suavidade, coloração e sabor. As madeiras utilizadas pelo Engenho Dom Tápparo são as brasileiras Amburana, Amendoim, e Jequitibá, além do Carvalho Europeu e o do Carvalho Americano, importados. As cachaças do Engenho Dom Tápparo ficam nesses barris por um período de no mínimo 6 meses, antes da comercialização.

A cachaça mais envelhecida comercializada pelo Engenho Dom Tápparo é a Cachaça Cabaré, envelhecida 15 anos em barris de carvalho europeu. Hoje, o engenho distribui os produtos em todos os estados brasileiros. No final do ano passado, ocorreu a primeira exportação, feita para os Estados Unidos.

Visite o site: domtapparo.com.br

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Aproveite o acordo entre a Pousada Travel Inn Trancoso e o Terravista Golf Course

  • Golfe 2016

    Jogos de Tóquio: Nelly Korda leva susto, mas vence por uma e dá aos EUA seu segundo ouro no golfe


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados