Rahm vira jogo sobre Palmer, em Torrey Pines, com Rory três e Tiger cinco atrás

26/01/2020

Veja os horários e como acompanhar a final de torneio de estreia em 2020 dos melhores do mundo

por | Ricardo Fonseca

O sábado era para ser de Tiger Woods, que começou muito forte, com quatro birdies em nove buracos, para chegar a duas tacadas do líder, no Farmers Insurance Open, mas acabou sendo uma repetição de sexta-feira, onde o número 6 do mundo deu show na primeira metade do campo, mas jogou acima nos buracos finais. Foi o suficiente para sua terceira volta abaixo do par na semana em Torrey Pines, em San Diego, Califórnia, mas apenas para terminar em 14º lugar, com 209 (69-71-69) tacadas, sete abaixo do par e cinco atrás do líder.

Felizmente Woods diz ter saído do campo com bons sentimentos depois de embocar um putt de 4,5 metros – o maior do dia – para salvar o par no 18, de par 5, onde varou o green com a terceira e não conseguiu fazer mágica da banca, com a bandeira curta e em descida. Ainda dá, é claro, para sonhar com a 83ª vitória e a quebra do recorde de Sam Snead esta semana, mas além de repetir o bom jogo nos buracos iniciais deste sábado, terá que fazer o mesmo nos segundos nove, onde ainda não conseguiu jogar abaixo do par esta semana, e ser melhor do que os 17 jogadores que estão até cinco tacadas atrás do líder.

Rahm’bo – Apelidado de Rambo pelos companheiros, por causa de seu porte físico, o espanhol Jon Rahm (no alto), número 3 do mundo, não foi grande apenas no tamanho. Seu jogo continua igual ou até melhor daquele que lhe deu dois títulos e um vice nos últimos quatro torneios. Começou o sábado embocando de fora, para birdie, de seis metros, e metendo um chip das 111 jardas para um eagle-2 no buraco 2. Sem devolver uma tacada sequer para o campo, Rahm aproveitou os três primeiros pares cinco do campo (6, 9 e 13) e fez mais um birdie-2 no 16 para jogar sete abaixo, sem erros, a melhor volta do dia e segunda melhor do torneio.

Rahm, de 25 anos, que vai em busca de seu décimo título profissional e segundo de Torrey Pines, onde começou sua história, em 2018, começa a volta final liderando com 204 (68-71-65) tacadas, 12 abaixo, mas deve muito disso à sua habilidade da areia. Salvou o par das bancas de green nos buracos 5, 12 e 15, além de ter saído da areia para birdie no 6 e no 15. A banca só o atrapalhou no 18, onde foi de driver para a areia o que não lhe permitiu chegar ao green com a segunda e aproveitar também o quarto par 5 do campo.

Destaques – Ryan Palmer, que vem de vitória e vice no Havaí, e de um 62 (-10) na sexta-feira, sua melhor sequência em anos, sentiu o baque de ser líder em meio a um duelo onde Tiger busca o recorde de Snead e Rory McIlroy tenta volta a ser número 1. Fez três bogeys e três birdies para jogar o par de ida, nos buraco que se mostraram os mais generosos do campo, seguido de oito pares e um birdie no 18 para somar 205 (72-62-71) e ficar a apenas uma do líder.

McIlroy, que fez seis birdies e errou outros tantos com putts médios e longos, jogou três abaixo de volta, para se colocar em terceiro, com 207 () tacadas, nove abaixo, e garantir um local no pelotão. Com a ameaça da neblina voltar a atrapalhar, como nesse sábado, quando o começo do jogo foi atrasado em duas horas, o domingo terá novamente saídas em grupos de três e por dois tees.

Jogando pela primeira vez desde novembro e pela segunda em Torrey Pines, Rory se sentiu à vontade em campo e disse que pretende continuar a se dar chances mantendo seu jogo agressivo, como no 18, de par 5, onde após um drive de 300 jardas bateu uma madeira das 255 jardas, por cima da água, para entrar no green com a segunda e aproveitar seu terceiro par cinco do dia.

O coreano Sung Kang e o estreante Harry Higgs dividem o terceiro lugar com McIlroy, com nove abaixo, enquanto um grupo de sete jogadores, que inclui Brad Snedeker, que fechou o dia com dois birdies, vem a seguir, com oito abaixo. Woods está no grupo de quatro jogadores empatados em 14º, com sete abaixo.

Ao vivo – A primeira transmissão ao vivo do dia (em horário do Brasil) será a dos grupos em destaque do site e aplicativos GolfTV.com, a partir do meio dia deste domingo. A transmissão oficial começa mais cedo, às 15 horas, prevista para ir até 20h30. A ESPN 2 mostra o jogo em andamento, a partir das 17h30, logo após o Tour Down Under de ciclismo.

A assinatura GolfTV, que mostra todos os torneios do PGA Tour, seu parceiro, durante o ano, incluindo majors, e mais o Tour Europeu e o Korn Ferry Tour, onde joga o brasileiro Rodrigo Lee, além e muitos conteúdos exclusivos, sobretudo os com Tiger Woods, custa US$ 60 por ano, US$ 5 por mês. E, acredite, a qualidade da imagem recebida pela internet e espelhada na tevê, é bem melhor do que a que chega via cabo nas transmissões oficiais.

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    PGA Tour: Entenda tudo o que está em jogo para Tiger esta semana, no Memorial


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados