Terras de São José inova e nomeia o profissional Philippe Gasnier como capitão do clube

06/03/2019

Responsável pela Jack Nicklaus Golf Academy terá apoio de Kako, que continua como vice-capitão

Gasnier, novo capitão do Terras de São José GC e profissional responsável pela Jack Nicklaus Academy of Golf, do Terras II. Foto: Thais Pastor/F2 Comunicação

O Terras de São José Golf Club acaba de nomear o profissional Philippe Gasnier como o novo capitão do clube. Ele substitui a Antonio Carlos Cruz Lima, o Kako, que está morando na Ásia e que agora passa a ser o vice-capitão. Mesmo fora do Brasil Kako vinha atuando intensamente na capitania do clube, que visita sempre que pode, mantendo contatos semanais com a equipe. Kako, que ficou nove anos como capitão, vai continuar a fazer esse trabalho, agora capitaneado por Gasnier, um profissional com vasta experiência internacional, tendo sido, inclusive, o primeiro brasileiro a jogar num US Open.

Gasnier, professor e responsável técnico pela Jack Nicklaus Academy of Golfe, do vizinho Terras II, recebeu de Kako um planejamento de melhorias até 2022, que servirá de base para seu novo trabalho. Os primeiros desafios de Gasnier, que já vinha opinando sobre alterações e melhorias no campo, será a ampliação do green de treino, em frente aos vestiários e ao lado do tee do buraco 1, e a reforma do green para treinos de chips, approaches e saídas de banca, atrás do green do buraco 9.

Experiência – “Vou usar toda a experiência que acumulei no golfe, seja jogando como amador de alto rendimento, seja como profissional, em vários lugares do mundo, para contribuir para que o Terras de São José possa melhorar ainda mais o seu campo, que é, há muito tempo, um dos melhores do Brasil e do continente”, diz Gasnier. “O campo de golfe é um ser vivo, que necessita de cuidados diários e aperfeiçoamentos constantes para acompanhar a evolução do esporte”, comenta o profissional, que integra agora uma das mais fortes equipes de trabalho de um clube de golfe brasileiro, com André Egoroff, presidente; Gasnier, capitão; e Kako, vice-capitão.

Egoroff elogiou muito o trabalho de Kako em quase uma década como capitão, creditando a ele e à sua equipe grande parte do sucesso alcançado pelo clube. “Agradecemos muito todo trabalho desenvolvido pelo Kako nesses nove anos em que esteve à frente da capitania”, diz Egoroff. “Sua dedicação e paixão pelo clube contribuíram para recebermos com sucesso importantes campeonatos do calendário paulista e brasileiro e para figurarmos com frequência nos rankings da revista Golf Digest como um dos 10 melhores campos de golfe do Brasil”, completa o presidente do clube. “Desejamos muito sucesso ao Philippe Gasnier, ao Kako, e toda equipe que cuida do Terras de São José Golfe Clube com carinho e dedicação”.

Para saber mais sobre o Terras de São José Golfe Clube, visite, curta e acompanhe

Site

Facebook

Instagram

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    WCGC Brasil 2019 tem nova seletiva aberta a todos os golfistas, dia 27 de abril, no Terras de São José

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados