Tour Europeu retorna esta semana com dois torneios compartilhados com o Challenge Tour

08/07/2020

Circuito recomeça para valer a partir do dia 22, com seis torneios seguidos no Reino Unido

Diamond CC, perto de Viena, um dos mais bonitos e desafiadores campos da Europa

por | Ricardo Fonseca

Sem competições oficiais desde o começo de março e sem nenhum torneio jogado em seu continente em 2020, o Tour Europeu volta à atividade com dois campeonatos, nesta e na próxima semana, ambos no mesmo país e compartilhados com o seu circuito de acesso, o Challenge Tour: o Austrian Open, de quinta a domingo, 9 a 12 de julho, no Diamond CC, perto de Viena; e o Euram Bank Open, de 15 a 18, no GC Adamstal, Ramsau. Ambos valem para os dois circuitos, mas têm premiação do circuito de acesso, 500 mil euros cada.

Mas a volta verdadeira do circuito só se dará a partir da última semana de julho, com o chamado (UK Swing), série de seis torneios seguidos no Reino Unidos, o último deles no final de agosto. Os torneios são o British Masters, de 22 a 25 de julho, no Close House GC, Newcastle (ING); o English Open, de 30 de julho a 2 de agosto, no Marriott Forest of Arden, em Birmingham (ING); o English Championship, de 6 a 9 de agosto, no Marriott Hanbury Manor, em Hertfordshire (ING); o Celtic Classic, de 13 a 13 de agosto, no The Celtic Manor Resort, em Newport (GAL); o Wales Open, de 20 a 23, no mesmo campo; e UK Championship, de 27 a 30 de agosto, no The Belfry, em Sutton Coldfield (ING).

Concorrência – O English Open coincide com o FedEx St Jude Invitational, da série mundial, no TPC Southwind, Memphis, Tennessee, e o English Championship com um major, o PGA Championship, no TPC Harding Park, em São Francisco, California. Ambos também valem para o Tour Europeu. O Tour Europeu de 2020 vai terminar de 10 a 13 de dezembro, com o DP World Tour Championship, no Jumeirah Golf Estates, em Dubai. Ao todo, contando desta semana, serão 15 torneios próprios, além do S. Jude, do PGA Championship e do Masters, de 12 a 15 de novembro, esse não coincidindo com nenhum outro evento do Tour Europeu.

Um empecilho para os jogadores que pretendem participar de eventos em vários continentes têm sido as quarentenas impostas para que chega ou para quem retorna a seus países, isso sem contar que a situação pode mudar a qualquer momento, com as constantes reinfecções de regiões inteiras que estão ocorrendo durante a pandemia de COVID-19. Assim, muitos que estão jogando nos EUA, que recomeçou seu campeonato um mês antes, não pretendem voltar à Europa.

Destaques  – O Austrian Open, que começa nesta quinta, não terá nenhum Top 100 do mundo em campo, mas terá 38 dos Top 500 do mundo. Entre os destaques do torneios estão o holandês Joost Luiten, que conquistou seu segundo título do Tour Europeu nesse evento, em 2013; o local Markus Brier, único múltiplo campeão do Austrian Open (2002, 2004 e 2006); o finlandês Sami Välimäki, campeão do Oman Open, em março; o belga Nicolas Colsaerts, terceiro colocado na última edição do torneio, em 2018 e ex jogador da Ryder Cup; e o espanhol Miguel Angel Jimenez, que ajudou a redesenhar o campo em 2010 e tem cinco Top 20s em suas seis últimas participações nesse campeonato.

A segurança sanitária dos eventos será seguir as diretrizes dos países onde ocorram, além do teste rápido Cignpost para COVID-19, obrigatório para todos que entrarem no clube. Esse exame analisa amostras do nariz e garganta para um teste de PCR com equipamento portátil que dá os resultados em até duas horas.

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    PGA Tour: Entenda tudo o que está em jogo para Tiger esta semana, no Memorial


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados