Tribunal americano condena Woods a pagar multa de US$ 668 mil

14/03/2014


Nº 1 do mundo depôs por 45 minutos na frente de um júri formado por seis mulheres


Woods: 45 minutos depondo para um juri de seis mulheres, que o condenou a pagar multa
Woods: 45 minutos depondo para um juri de seis mulheres, que o condenou a pagar multa

Depois de sair do Cadillac Championship contundido, com dores nas costas, e com um resultado horrível (jogou mal no domingo para terminar em 25º lugar), Tiger Woods sofreu novo revés ao ser condenado por um tribunal de Miami (Dade County Circuit Court) a pagar US$ 668 mil de multa para um ex-parceiro comercial que o acusou de praticas ilegais. Ainda cabe recurso, mas com os custos do processo Tiger pode ter que desembolsar mais de US$ 1 milhão.

O processo foi movido pela Gotta Have It Golf Inc, que acusa a ETW, empresa de Tiger Woods, de não cumprir um acordo comercial de 2001 que envolvia uma quantidade de fotografias e autógrafos autenticados. O próprio Woods teve que depor durante a corte por 45 minutos, para um júri de seis pessoas composto apenas de mulheres, que deu ganho de causa ao reclamante, conforme detalha reportagem do Miami Herald.

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados