USGA fez de novo! Penalidade aplicada na hora errada influencia final do US Women’s Open

11/07/2016

Brittany Lang vence Anna Nordqvist no playoff, depois de sueca tocar na areia e ser penalizada

 

O grão de areia e o timing totalmente errado que pode ter decidido o US Women’s Open

por Ricardo Fonseca

A emoção do playoff de três buracos pelo título do US Women’s Open, neste domingo, entre a americana Brittany Lang e a sueca Anna Nordqvist perdeu parte de seu brilho depois que a USGA se envolveu em nova controvérsia na aplicação das Regras do Golfe, bem na metade do desempate. Depois que Nordqvist bateu a segunda tacada da banca da raia do 17, as imagens em alta definição da tevê mostraram que instantes antes de fazer o backswing ela tocou levemente o taco na areia, movendo alguns grãos. Veja vídeo abaixo.

 


A Regra 13-4 diz que quando a bola está num dos hazards (obstáculos) do campo – como as bancas e as áreas demarcadas com linhas ou estacas vermelhas e amarelas (água lateral ou frontal) o golfista pode jogar de lá mas não pode tocar no solo para não testar as condições do hazard (areia mais fofa ou dura, por exemplo) e nem mover impedimentos soltos. A penalidade é de duas tacadas.

Penalidade – Vendo as imagens de alta resolução da tevê, não resta dúvida que o taco da sueca tocou o solo e moveu alguns grãos de areia. O problema é que como isso era impossível de ser visto a olho nu a USGA só foi alertada um pouco depois pelas imagens da tevê e decidiu comunicar a penalidade no pior momento possível: Nordqvist já havia dado sua terceira tacada para o green do 18, achando que o jogo estava empatado, enquanto Lang não havia dado usa tacada.

Ao ser informada da penalidade da adversária, que tinha deixado a bola razoavelmente perto para birdie, mas talvez não tão perto quanto poderia arriscar no buraco de par 5 em dog-leg para a esquerda, com um grande lago em toda a frente do green, Lang não teve dúvida e fugiu muito da água, procurando apenas acertar o green, mas muito longe da bandeira – e do lago. Se ela não fosse informada antes da tacada, Lang certamente arriscaria muito mais, com o risco de ir na água. Nordqvist, por sua vez, se soubesse antes de jogar a terceira que perdia por duas, teria ido para o pau, pro tudo ou nada.

Timing errado – A aplicação da Regra está correta – embora a penalidade seja uma completa idiotice, veja mais abaixo – mas não o momento de fazer isso. Ou se comunicava a penalidade antes de as duas fazerem o approach, ou depois de ambas jogarem para o green. Da forma em que foi feito, faltou isonomia e Lang foi claramente beneficiada. Talvez não mudasse o resultado do jogo, mas haveria justiça. O ideal mesmo, seria ter interrompido o desempate e resolvido a questão de Regra antes que as duas começassem o 18.

Depois do caso de Dustin Johnson que jogou quase metade da volta final do US Open sem saber se seria penalizado em uma tacada ou não, por uma bola que se moveu levemente no green e provavelmente não por culpa dele, a USGA tentou se mais rápida desta vez só que errou novamente (veja os links abaixo da reportagem). Agora, sentou em cima. No caso de Johnson, os bravos árbitros aplicaram a penalidade quando ele já teria vencido de qualquer forma, como ou sem ela. Nunca saberemos o que teriam decidido se o jogo terminasse empatado.

Idiotice – Você pode questionar o “idiotice” acima, afinal, a “regra é clara”. Clara mas idiota já que sua aplicação está errada e deveria ser revista urgentemente, juntamente com todo o código obsoleto de milhares de Decisões que tornam o jogo confuso para o torcedor comum e parecem só subsistirem para dar status e importância aos senhores que decidem sua aplicação a portas fechadas.

Entenda o argumento. Na aplicação de uma lei um juiz sempre deveria se basear no objetivo com o qual a legislação foi criada e não apenas em seu texto frio e rígido, na hora de aplicá-la e punir alguém, seja cívil ou criminalmente. O objetivo de impedir que se encoste o taco no chão em hazards é não testá-los antes de jogar, e, convenhamos, mover uns grãos de areia como a sueca fez não se enquadra nisso.

Entulho – O golfe já se rendeu a essa necessidade de dar liberdade de interpretação em tempos de imagens 4K de altíssima definição no caso das bolas movidas no green, dando aos árbitros o direito de avaliar se o jogador provocou ou não o movimento da bola. Está na hora de fazer o mesmo com o restante do entulho legal do golfe. Basquete, vôlei, tênis e outro mudaram suas regras para se tornar mais palatáveis ao grande público. E o golfe que quer ser olímpico devia aprender com eles.

Em tempo 1: Depois que Lang deixou a bola perto o suficiente para salvar o par no 18 e vencer com três pares, Lang errou seu primeiro putt e também o segundo, um bogey que virou triplo bogey. No final, a sueca disse que lamentava só ter sido informada da penalidade após o approach no 18, mas reconhce que se errou tinha que ser punida.

Em tempo 2: Depois de seis majors consecutivos vencidos por não-americanas, Diana Murphy, presidente da USGA, deveria estar felicíssima pelo título de Brittany Lang no seu maior torneio feminino, o US Women’s Open. Mas insistiu em chamá-la durante toda a cerimônia de premiação de “Betany Lang”. Não era mesmo o dia da USGA…

Mas era o de Nordqvist, que na hora reclamou do timing da USGA, mas depois publicou uma nota de classe (veja abaixo) daquelas que fazem a diferença para mostrar o caráter de um golfista.

 

Thumbs up for a great US OPEN! Proud of myself for the way I played this week. It wasnt ment to happen. Its blowing 35-40mph out there and I had a 5 iron downhill lie in the bunker on 17. It was obviously not my intention to touch the sand but it happened and life will go on. congratulations to Brittany Lang for a great week of golf!! 🏆 I dont want anyone to feel sorry for me, hey I just finished 2nd in the US Open. There will be plenty more opportunities in my career. Thanks everyone for the support!! 😊😊😊

A photo posted by Anna Nordqvist (@a_nordqvist) on


 

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados