JHSF Aberto do Brasil: Rivarola mantém hegemonia dos argentinos no PGA Tour Latinoamérica

25/04/2022

Argentina venceu quatro dos seis torneios do ano e um quarto dos eventos da história do circuito

Jaime Rivarola fez birdie no 18 para vencer por uma. Foto: PGA Tour

por | Ricardo Fonseca

Num final de semana triste para o golfe brasileiro, depois que nenhum dos 19 golfistas locais conseguiu passar o corte em seu próprio país, a comemoração foi da Argentina, que confirmou sua hegemonia no PGA Tour Latinoamérica com a vitória de ponta a ponta de Jaime López Rivarola, de 27 anos, no JHSF 67º Aberto do Brasil, jogado de quinta-feira a domingo, 21 a 24 de abril, no campo 1 da Fazenda Boavista, em Porto Feliz (SP).

O The Golf Brasil, do Band Sports, mostra em seu programa desta 5ª feira, 28 de abril, às 21h45, todos os melhores momentos dos quatro dias do JHSF Aberto do Brasil

Com o título de Rivarola, os profissionais argentinos venceram quatro dos seis torneios do PGA Tour LA jogados em 2022. Estão previstos 12 torneios para o ano. Desde que foi criado em 2012, o PGA Tour LA já realizou, com o Aberto do Brasil deste ano, 143 competições, das quais os argentinos venceram 36, ou 25% do total. Só os jogadores dos Estados Unidos têm mais vitórias no circuito.

Azarão – Rivarola, que não passou o corte em nove dos 13 torneios anteriores, incluindo os quatro últimos, e havia jogado horríveis 16 acima no seu último torneio, o Abierto del Centro em Córdoba, na Argentina, não estava em nenhuma lista de favoritos da semana. Mas ele renasceu das cinzas ao estrear com duas voltas de oito abaixo do par, a caminho de conquistar sua primeira vitória no circuito, em 31 torneios jogados, com um total de 264 (63-63-69-69) tacadas, 20 abaixo do par. Seu outro único Top 10 no circuito foi no Costa Rica Classic de 2018.

O título, no entanto, não foi sem sustos. Rivarola perdeu a liderança e ficou duas tacadas atrás ao fazer um duplo bogey no buraco 10 do domingo, mas se recuperou com birdies no 12, no 16, e outro no buraco final, para vencer por apenas uma de vantagem e levar o prêmio de US$ 31,5 mil, do total de US$ 175 mil. Rowin Caron, dos Países Baixos, que foi líder por duas ao começar a metade final do campo, também fez birdie no 18 para ser o vice-campeão, com 265 (67-67-64-67) tacadas, 19 abaixo.

Destaques – O guatemalteco José Toledo (67-66-64-71), que fez bogeys em três dos quatro buracos finais, e o chileno Cristóbal Del Solar (64-66-67-71), empataram em terceiro, com 286, 16 abaixo. Os americanos Hayden Springer (65-69-67-68) e Davis Shore (71-68-66-64), empatados em quinto, com 269, 15 abaixo, completaram os Top 6 que pontuaram para o ranking mundial de golfe (OWGR).

O torneio teve dois holes-in-one, no buraco 2, de par 3, ambos no primeiro dia e feitos pelos americanos Dillon Board e Shintaro Ban, que saíram respectivamente, no primeiro e segundo grupos do dia. O PGA Tour Latinoamérica segue para Lima, onde será jogado o Diners Club Perú Open a partir de quinta-feira, 28, no Los Inkas Golf Club, campo que recebe o circuito pela nona vez desde 2012.

Brasileiros – Os brasileiros que mais se aproximaram da linha de corte foram Rodrigo Lee (73-68) e Rafa Becker (69-72), que somaram uma abaixo do par e ficaram fora do final de semana por duas tacadas. Ambos são membros do PGA Tour LA, mas não tem se destacado na temporada. Rodrigo passou três cortes, com um único Top 20. Becker passou dois cortes, com m Top 20. Herik Machado veio a seguir, com 142 (71-71), o par do campo, seguido por Gustavo Teodoro, com 143 (70-73). Pablo de La Rua (74-71) e Felipe Navarro (76-69) vieram a seguir, com 145.

Além de Becker, que venceu o Aberto do Brasil em 2014, havia outros dois brasileiros ex-campeões do torneio em campo: Rafa Barcellos, que venceu em 2008, e Philippe Gasnier, campeão em 2004. Gasnier somou 146 (77-69) e Barcellos 148 (70-78). Alexandre Rocha, hoje no Korn Ferry Tour, que venceu o Aberto do Brasil em 2015, não pode participar. O maior campeão do Aberto do Brasil é Mário Gonzalez, com oito títulos, dois deles como amador, entre 1946 e 1969. Ao todo, dez brasileiros venceram o maior torneio do país, conquistando juntos 18 títulos. Também venceram como amadores Priscillo Diniz (1975) e Eduardo Pesenti (1995). Eduardo Caballero (1986 e 1993) é o único com mais de um título, além de Mário.

Resultados

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Aproveite o acordo entre a Pousada Travel Inn Trancoso e o Terravista Golf Course

  • Golfe 2016

    Jogos de Tóquio: Nelly Korda leva susto, mas vence por uma e dá aos EUA seu segundo ouro no golfe


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados