Nova bola do Campeonato Carioca de futebol traz dimples inspirados nas bolas de golfe

29/01/2016

A KV Carbon 12, da Topper, foi projetada para voar mais longe em chutes de média e longa distâncias

 

A nova bola de futebol, com dimples (acima) , com sua textura em detalhe (no alto) e uma bola de golfe

por: Ricardo Fonseca

A Topper, empresa responsável pelo material esportivo do Campeonato Carioca de Futebol, lançou nesta quinta-feira a bola KV Carbon 12, que tem como principal característica uma textura de superfície inspirada nos dimples, as concavidades das bolas de golfe. Segundo a empresa, o principal objetivo da textura com cavidades é reduzir o atrito com o ar e facilitar chutes de média e longa distâncias. A bola será confeccionada à mão e com o forro feito de fios de nylon.

Além da bola KV Carbon 12, a Topper fornecerá, pelo quinto ano seguido, os uniformes dos árbitros do Cariocão. “Estamos trazendo novidades para a bola, com uma textura que auxiliará na aerodinâmica durante as partidas do campeonato estadual do Rio, de grande visibilidade”, explica Marcelo de Cicco, gerente da Topper, para quem essa bola deverá fazer história no futebol.

bols golfe resina dimplesDimples – A descoberta de que os dimples ajudavam na aerodinâmica das bolas de golfe aconteceu por acaso, no século passado, quando ainda se usava bolas de couro recheadas de penas. As bolas de couro novas voavam pouco, mas as usadas, com os amassados em sua superfície provados pelo impacto dos tacos, voavam muito mais. Assim quando as bolas passaram a ser feitas de resina, procurou-se imitar essas concavidades, chamadas de dimples (imagens ao lado).

Com o tempo e o desenvolvimento do jogo ao redor do mundo, que transformaram a indústria do golfe num negócio bilionário, até engenheiro aeroespaciais da NASA foram contratados pelos fabricantes de bolas de golfe para projetar os dimples, que podem ter formatos e tamanhos variados, conforme o tipo de voo que se procura oferecer. O material com que as bolas de golfe são construídas e cobertas, bem como a sua pressão interna, também são parte fundamental de sua aerodinâmica, mas os dimples, que provocam zonas de baixa pressão com o giro da bola, num efeito semelhante ao das asas dos aviões, é que são determinantes no processo.

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados