Profissionais: Rodrigo Lee joga 61 e abre seis de vantagem no Curitibano

28/11/2015


Volta recorde teve 12 birdies. Stapff, Becker, Barcellos e Ronaldo completam Top 5


Rodrigo, acima, abriu vantagem decisiva para se classificar para a Série de Desenvolvimento. Ao lado, de cima para baixo, os Top 5: Becker e os três integrantes da equipe YKP/Azeite 1492 de golfe - Stapff, Barcellos e Ronaldo

Rodrigo, acima, abriu vantagem decisiva para se classificar para a Série de Desenvolvimento. Ao lado, de cima para baixo, os Top 5: Becker e os três integrantes da equipe YKP/Azeite 1492 de golfe – Stapff, Barcellos e Ronaldo

por: Ricardo Fonseca

Rodrigo Lee jogou a volta mais baixa da história do Circuito Brasileiro de Golfe Profissional nesta sexta-feira, para disparar na liderança da etapa do Clube Curitibano da competição, que vale também como classificatória para a final da Série de Desenvolvimento do PGA Tour Latinoamérica. Rodrigo, que fez 12 birdies e um bogey em sua volta recorde soma agora 128 (67-61) tacadas, 16 abaixo do par, e chega à rodada final, neste sábado, com seis de vantagem sobre os adversários.

Rodrigo acaba de perder o cartão do PGA Tour LA e uma das formas de recuperá-lo é terminar entre os cinco primeiros no Curitibano e se classificar para a final da Série de Desenvolvimento, que vai ser jogada de 7 a 13 de dezembro, no Arrayanes C.C., de Quito, no Equador. Esse torneio, por sua vez, dará 15 cartões para o PGA Tour LA de 2016, sendo cinco plenos, cinco com isenção para o primeiro semestre, antes do re-ranking do circuito, e cinco condicionais, esses com poucas chances de jogo.

Destaques – Rafa Becker, o líder da véspera, caiu para segundo lugar com 134 (65-69) tacadas, dez abaixo do par, empatado com Daniel Stapff (66-68), da equipe YKP/Azeite 1492 de golfe. Becker também perdeu o cartão do PGA Tour LA mas já está classificado para a final da Série de Desenvolvimento por ter terminado da 61ª à 70ª colocação do ranking. Stapff já tem o cartão assegurado para 2016 e está classificado, juntamente com Alexandre Rocha, para o torneio de encerramento da temporada, o PGA Tour LA Championship, de 3 a 6 de dezembro, em Porto Rico, quando serão conhecidos os cinco jogadores que ganharão cartões para o Web.com Tour. Rocha é o terceiro da lista, enquanto Stapff, em 33º, não tem mais chances de ser Top 5.

Os outros dois membros da equipe YKP/Azeite 1492 de golfe, também estão entre os Top 5 no Curitibano: Rafael Barcellos, campeão da primeira das três etapas do circuito brasileiro, em Brasília, vem em quarto, com 137 (67-70) tacadas, sete abaixo, uma à frente de Ronaldo Francisco, quinto colocado com 138 (69-69). Ronaldo divide a posição com Pablo de la Rua (67-71) e Marcos Silva (66-72), que também somam seis abaixo. Andrew Goodman, dos EUA, é o melhor estrangeiro, em oitavo, com 140 (71-69), quatro abaixo, seguido por Felipe Navarro, nono colocado com 141 (73-68), três abaixo.

Corte – Por ser classificatória da Série de Desenvolvimento, os 24 primeiros e empatados (e não 18 como de costuma) passaram o corte, o que significou 28 jogadores disputando a volta final depois de terem terminado os 36 buracos com uma acima do par ou melhor. Entre os que não passaram o corte está Luis Thiele (+3), que jogava em casa.

O Circuito Brasileiro de Golfe Profissional terá ainda mais uma etapa, a terceira e última de 2015, de 10 a 12 de dezembro, no Clube de Campo de São Paulo. Cada uma paga R$ 80 mil em prêmios, num total de R$ 240 mil. Em 2014 houve cinco etapas, de R$ 120 mil cada, num total de R$ 600 mil.

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados