Aberto de Curitiba: Deu a lógica; Herik e Lauren, ambos nº 1 do Brasil, vencem de ponta a ponta

16/04/2017

Kenji, o nº 3, e Ana Beatriz, nº 2, foram os vices. Jinbo estabeleceu recorde do Graciosa

Herik e Lauren
Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page

 

Herik e Lauren com seus troféus. Foto: divulgação/Graciosa

por Ricardo Fonseca

Deu a lógica no 69º Campeonato Aberto Cidade de Curitiba, disputado de 13 a 15 de abril, quinta-feira a sábado, no Graciosa Country Club, campo de nove buracos e 11 greens encravado em um bairro de classe alta da capital paranaense. O gaúcho Herik Machado, do Belém Novo, e a paulista Lauren Grinberg, do Lago Azul, ambos número 1 do Brasil, foram campeões de ponta a ponta no torneio que valeu para os rankings mundial e nacional.

Herik não teve uma vitória fácil. Ele começou a volta final empatado em primeiro com Daniel Kenji Ishii, do Itanhangá, mas abriu duas tacadas de vantagem com dois birdies na primeira metade do campo, enquanto o carioca copiava o cartão, com nove pares. Na segunda metade do campo, Herik abriu mais duas tacadas, ao fazer mais três birdies e um bogey, para jogar quatro abaixo, sua melhor volta da semana, somar 209 (68-74-67), quatro abaixo no total e ser o único a fechar o torneio com números vermelhos no placar.

Destaques – Kenji, que só jogou abaixo do par no segundo dia, quando aproveitou o único tropeço de Herik para empatar em primeiro, garantiu o vice-campeonato com 213 (73-69-71), o par do torneio. O coreano radicado em São Paulo Jinbo Ha, que joga pelo Terras de São José, não conseguiu repetir o excelente desempenho do dia anterior, quando jogou 63 para estabelecer o novo recorde do campo recém-reformado no Graciosa. Mesmo assim completou o pódio, em terceiro, com 215 (80-63-72), duas acima e grande vantagem sobre os demais.

Sandro Gonçalves, outro do time de alto desempenho do Belém Novo, ficou em quarto com 219 (72-74-73), seguido por Luis Thiele, do Curitibano, um dos cinco jogadores que conseguiram quebrar o par do campo na semana, com 220 (76-70-74), Os outros foram Pedro Nagayama, do São Fernando, que somou 222 (78-67-77) para empatar em sexto com Breno Domingos (74-74-74), de Japeri, o único campo público do Brasil. O último a jogar uma volta abaixo do par foi Gustavo Ninno Leite, do Graciosa, que depois de ser um dos líderes do primeiro dia, terminou em 17º, com 232 (68-84-80).

Categorias – Na categoria com handicaps índex até 8,5 o local José Ricardo Muricy virou o jogo para ser campeão com 215 (74-73-68) tacadas, seguido por Breno, com 216 (72-72-72) e por Gustavo Ninno Leite, que liderava o grupo desde o primeiro dia, mas acabou em terceiro, com 217 (63-79-75). Só ele e Roberto Paciornik, quarto colocado com 218 (70-72-76) conseguiram jogar abaixo de seus handicaps durante a semana.

Na 8,6 a 14, mais um título para o Graciosa, com Bernardo Bendhack somando 220 (79-72-69) tacadas para ser o campeão. Renato da Silva Filho, do Alphaville, foi o vice, com 223 (78-72-73), enquanto Marcos Park, do Paradise, líder da véspera, caia para terceiro com 227 (72-73-82). O outro único a jogar uma volta abaixo de seu handicap na semana foi William Weishof, do Graciosa, que empatou em quatro com 229 (80-70-79).

Feminino – No feminino, onde ninguém jogou menos do que 20 acima na semana, um índice técnico preocupante, Lauren foi campeã com 235 (81-77-77) 22 tacadas acima do par, seguida por Ana Beatriz, com 239 (81-80-78), 26 acima. Nenhum outra quebrou as 80 tacadas em nenhum dos três dias. Roberta Comodo, do Graciosa, completou o pódio com 248 (83-81-84), 35 acima, com Beatriz Junqueira, do Itanhangá somando 236 (85-81-83), 36 acima.

Na classificação por handicaps até 16,5, nenhum das dez competidoras jogou abaixo do par. Venceu Angela Ninno Leite, do Graciosa, com 220 (75-72-73), seguida por Roberta, com 227 (76-74-77) e por Beatriz, com 228 (78-74-76).

Prêmios especiais – Foram premiados ainda os melhore resultados por faixa etária Daniel Celestino, do Graciosa, foi o melhor juvenil com 228 (75-78-75), 15 acima; Rodrigo Diniz, do Curitibano, o melhor pré-sênior, com 223 (76-5-72), 10 acima; e Leslie Bocchino, capitã do Graciosa, o melhor sênior feminino, com 278 (95-96-87), 65 acima.

O evento patrocinado por Niponsul, Ícaro e Granado, com apoios Karsten, Costacurta e Momaa terminou com um jantar de confraternização na sede do clube. Na próxima semana, dias 21 e 22 de abril, sexta e sábado, serão jogadas as categorias de handicap mais altos do mesmo torneio: 14,1 a 22,1 e de 22,2 a 32,2, no masculino, e 16,6 a 23,7 e de 23,8 a 32,4, no feminino.

Próximos torneios – Esse foi o primeiro torneio do ranking brasileiro depois de cinco meses – o último havia sido o Aberto do Gávea, de 11 a 13 de novembro. Agora, o ranking nacional aproveita a epidemia de feriados prolongados para recuperar o tempo perdido. O Aberto do Brasília será de 21 a 23 de abril, aproveitando o feriado de Tiradentes; e o Aberto Sul Brasileiro logo a seguir, de 29 de abril a 1º de maio, feriado do Dia do Trabalho, no Porto Alegre Country Club.

Em maio, não há torneios, com o circuito nacional retornado após seis semanas de recesso com o Campeonato Bandeirantes, no Lago Azul, em Araçoiaba Da Serra (SP), de 9 a 11 de junho; e o Aberto do Paraná, no Clube Curitibano, logo na semana seguinte, 16 a 18 de junho.

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • comandatuba-aerea-divulgacao

    Turismo

    Golf Travel comemora prêmio Top 10 com pacotes a preços incríveis para Comandatuba

  • podio feminino

    Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados