Juvenil de Verão: Daniel Celestino mantém vantagem, mas Lucas Park e Jair Benke encostam

12/01/2018

No feminino, Ana Sung Marques e Samire Oliveira duelam pelo título, jogando em casa

 

Daniel Celestino (acima) e Ana Sung Marques: líderes desde o primeiro dia. Fotos: Thais Pastor/F2 Comunicação

Mesmo sem mudanças nas lideranças, são esperadas boas disputas pelos principais títulos do Campeonato Juvenil de Verão do Estado de São Paulo – 1ª etapa do Tour Nacional Juvenil – que começou na quarta-feira e termina nesta sexta, 12 de janeiro, no Arujá Golfe Clube, em Arujá (SP). O torneio organizado pela Federação Paulista de Golfe (FPG), é o primeiro do ano válido para os rankings juvenis nacional e paulista, além de contar pontos para o ranking mundial amador de golfe (WAGR).

Apesar de piorar seis tacadas em relação à estreia, na segunda rodada, disputada nesta quinta-feira, quando fez apenas um birdie, contra quatro bogeys, dois deles em pares cinco, Daniel Celestino, do Graciosa, juvenil nº1 do Brasil, manteve a liderança, com 144 (69-75) tacadas, o par do campo, o suficiente para chegar à rodada final com duas de vantagem sobre os adversários.

Destaques – Em segundo, com 146 tacadas (+2) estão empatado Lucas Park, do Paradise, (75-71) atual campeão brasileiro juvenil, que fez uma das duas únicas voltas abaixo do par do dia, e Jair Benke Junior, do Pine Hill (70-76). Matheus Park, do Paradise, irmão mais novo de Lucas, vem em quarto, com 147 (74-73), seguido por Thomas Choi, do São Paulo, vice-líder da véspera, que ficou mais longe da defesa do título ao jogar sete acima nesta quinta-feira e somar 149 (70-79).

Andrey Xavier, do Belém Novo Golf Clube, vem em sexto, com 159 (74-76), seguido por Lucas Steinhoff, do São Paulo, que fez a melhor volta do dia para somar 151 (81-70) e empatar em sétimo com Pietro Alvim, do São Fernando (78-73). Completam os Top 10, empatados com 153 tacadas, Guilherme Grinberg, do Lago Azul (79-74), e Arthur Locoman, do Santa Mônica (78-75).

Idades – Na classificação exclusiva do juvenis (16 a 18 anos), as primeiras colocações se repetem, com Daniel, Lucas, Jair, Matheus e Thomas. Na pré-juvenil (14 e 15 anos), Gui Grinberg lidera com 153 (79-74) tacadas e grande vantagem sobre Rafael Benadiba, do São Fernando, que tem 160 (81-79) e Marcos Park, o mais novo dos três irmãos do Paradise, que soma 161 (85-76).

Entre os de 12 e 13 anos, Pedro Miyata, do São Fernando, continua disparado na frente, com 164 (83-81), seguido por Jeremias Torquarto, de Japeri, que tem 187 (97-90), e por Aaron Vargas, do Clube de Campo, com 188 (95-93). E na até 11 anos, João Vicente Gavião, do Belém Novo, lidera com 177 (87-90), contra 203 (97-106) de Eduardo Nonaka, do Arujá.

Feminino – Entre as meninas, Ana Sung Marques, do Arujá, manteve a liderança, com 155 (75-80) tacadas, mas agora é seguida de perto por sua companheira do clube Samire Oliveira, segunda colocada com 158 (83-75). Karen Hoshino, do São Paulo, vai completando o pódio, com 166 (82-84), seguida por Meilin Hoshino, também do São Paulo, com 169 (83-86); Maria Julia Ribeiro, do Costão Golf, com 176 (92-84); e por Fernanda Lacaz, do São Fernando, que se recuperou um pouco da má estreia, mas ficou longe do pódio, com 180 (96-84).

Entre as juvenis, Ana Sung lidera seguida por Samire, Karen e Lacaz. Na pré-juvenil, Meilin é líder, com Maria Júlia em segundo, seguidas por Gabriela Mussi Toricelli, da FPG, com 200 (98-102) e por Gabriela Katsurayama, da Fazenda da Grama, com 208 (106-102). Na até 11 anos, Marina Nonaka, do Arujá, soma 192 (93-99).

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Golfe e Música em Trancoso: reserve já e não perca os mais concorridos torneios do ano

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados