Juvenis: Gui Grinberg vence de ponta a ponta no CG Campinas e entra para o ranking mundial

14/12/2018

Laura Caetano foi campeã feminina do último torneio do ano dos calendários nacional e da FPG

Gui com o troféuu em foto descontraída clicada pelo pai, Jairo. Abaixo, Laura Caetano

Guilherme Grinberg, o campeão brasileiro pré-juvenil de 2018, realizou um sonho nesta sexta-feira, 14 de dezembro, ao vencer o Campeonato Juvenil do Estado de São Paulo de ponta a ponta e conquistar o título que ele precisava para entrar para o ranking mundial amador de golfe (WAGR). O título feminino, também de ponta a ponta, ficou para Laura Caetano, de Brasília. A competição organizada pela Federação Paulista de Golfe (FPG), que encerrou o calendário nacional e paulista de 2018, foi o 12º e último torneio do ano realizado em São Paulo que valeu para o WAGR.

Gui Grinberg, do São Paulo Golf Club, havia saído na frente ao jogar abaixo do par, mas cedeu terreno ao piorar sete tacadas no segundo dia. Nesta sexta-feira, apesar da pressão de Marcos Park, do Paradise, que igualou a melhor volta do torneio para ainda ser o vice-campeão, Gui caminhou tranquilo para a vitória e levou o título com 222 (71-78-73) tacadas, seis acima. Marcos Park, que fez um eagle e três birdies, ficou em segundo, com 225 (74-80-71) tacadas, enquanto Sebastian Thrane, do Clube de Campo, vice-líder da véspera, completava o pódio, com 228 (76-74-78).

Destaques – Pietro Alvim, do São Fernando, perdeu o lugar no pódio após fazer sua pior volta da semana e terminar em quarto, com 235 (77-75-83). Renato da Silva Filho, do Clube Curitibano, ficou em quinto, com 236 (77-80-79), seguido por Arthur Locoman, também do Curitibano, com 238 (73-81-84); Diogo Oliveira, da Associação Esportiva São José, com 239 (84-78-77); e Pedro Rocha, do Terras de São José, com 241 (82-79-80).

Sebastian Thrane foi o campeão juvenil (16 a 18 anos), com 228, seguido por Pietro Alvim, com 235, e por Arthur Locoman, com 238. Na pré-juvenil (14 e 15 anos), Gui venceu com 222, seguido por Marcos Park, com 225, e Renato da Silva Filho, com 236. Na até 13 anos, Pedro Miyata, do São Fernando, venceu com 243 (80-83-80), seguido por

Gabriel Nishi Uyeda, do Fazenda da Grama Country & Golf Club, com 289 (100-100-89). Na até 11 anos, Eduardo Nonaka, do Arujá, ganhou com 285 (95-94-96).

Feminino – Entre as meninas, Laura Caetano fez a melhor volta da semana para ser campeã de ponta a ponta, com 233 (77-81-75) tacadas, 17 acima, o suficiente para o torneio feminino valer para o WAGR, que exige um resultado máximo do 18 acima. Ana Sung Marques, do Arujá foi a vice-campeã, com 241 (84-77-80), e Fernanda Lacaz, do São Fernando, completou o pódio com 245 (83-84-78).

Luíza Caetano, irmã gêmea de Laura, ficou em quarto, com 247 (86-80-81), seguida por Manoela Barcellos, a Manu, do campo público de Japeri (RJ), com 254 (89-85-80). O pódio juvenil repetiu o pódio geral. Na pré-juvenil, Ana Nishi Uyeda, do Fazenda da Grama, levou o troféu de campeã, com 303 (100-92-111) tacadas. Na até 13 anos, Marina Nonaka, do Arujá, venceu com 274 (92-91-91), seguida por Beatriz Pinheiro, do Curitibano, com 309 (            101-102-106).

Houve ainda premiações net (descontado o handicap).

Resultados completos

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados