LAAC: Kenji em terceiro e Negrini em sétimo são destaques do Brasil na República Dominicana

15/01/2016

Herik Machado liderou boa parte do dia mas morreu na praia. Tourinho não teve boa estreia

 

Kenji: destaque do Brasil depois de ser líder nos buracos finais  do torneio amador de golfe mais importante da América Latina

por: Ricardo Fonseca | foto: Thais Pastor

Dois brasileiros lideraram a volta de abertura do Latin America Amateur Championship, nesta quinta-feira, no imponente campo Teeth of the Dog, na Casa de Campo, na República Dominicana, considerado um dos 100 melhores do mundo: o gaúcho Herik Machado, que depois “morreu na praia” ao fazer triplo e duplo bogeys seguidos nos buracos à beira mar, somar 73 (+1) e cair para 24º lugar; e o carioca Daniel Kenji Ishii, que fez seis birdies, segundo maior total de buracos abaixo do par do dia, para jogar 69 (-3) e terminar o dia em terceiro, uma tacada atrás dos dois líderes: o mexicano Álvaro Ortiz e o equatoriano José Andrés Miranda, que marcaram 68 (-4).

Outro destaque brasileiro foi Marcos Negrini, do Damha, que jogou 71 (-1) para empatar em sétimo e ser mais um com chances de disputar os incríveis prêmios oferecidos ao campeão do torneio organizado pelo Masters, R&A e USGA, as três principais entidades do golfe mundial: direito de jogar no Masters deste ano; entrar direto nas seletivas finais para o US Open e British Open, também majors do golfe profissional, e vaga para participar do US Amateur e British Amateur.

Herik – Quando a transmissão ao vivo do torneio começou (ESPN+ e site do torneio na internet) Herik vinha a uma tacada do líder, com três birdies de ida (1, 3 e 9). Pouco depois, Herik fez seu quarto birdie do dia, no buraco 11, para empatar em primeiro com Ortiz e Miranda que jogaram pela manhã e já haviam terminado. Mas ao terminar o buraco 14, único dos quatro pares 5 do campo em que não fez birdie, Herik teve corrigido seu resultado do buraco 1 de birdie para par.

Isso derrubou o brasileiro novamente para o terceiro lugar, mas ele logo fez um birdie no 15 para voltar a ser líder. Seus problemas começaram no 16, buraco em curva para a direita que acompanha o mar escarpado, onde jogou a bola na água e fez um triplo bogey ao errar um putt dado. No buraco seguinte, sua tacada inicial foi parar nas pedras à beira-mar, obrigando-o a dropar atrás e devolver mais duas tacadas para o campo. De -4 foi para +1, de líder para 24º.

Kenji – Daniel Kenji Ishii apareceu na parte de cima do placar ainda na primeira volta, com birdies seguidos no 3 e no 4. Mesmo fazendo bogey no 7, ele ainda vinha bem colocado, uma vez que apenas 12 dos 107 jogadores de 27 países conseguiram terminar abaixo do par. Kenji se recuperou com mais dois birdies seguidos, no 9 e no 10, para chegar a quarto lugar, quando Herik ainda era um dos líderes.

O jogador do Itanhangá devolveu uma tacada no 12, mas após mais dois birdies seguidos, no 14 e no 15 chegou a quatro abaixo e à liderança. Kenji fechou o dia com bogey no 16 e pares nos dois buracos finais, para empatar em terceiro com mais dois jogadores com três abaixo: os mexicano Raul de la Huerta e o porto-riquenho Erick Morales.

Brasileiros – Negrini abriu a volta com dois birdies em três buracos e foi mais um brasileiro que nunca esteve acima do par. No final, foram três birdies e três bogeys, para jogar 71 (-1) e empatar em sétimo lugar com mais cinco jogadores. Os demais brasileiros não tiveram a mesma sorte. O gaúcho Rohan Boettcher fez três birdies e seis bogeys para jogar 75 (+3) e empatar em 45º lugar, com mais 13 jogadores, entre eles o carioca André Tourinho, um dos favoritos ao título, que fez quatro birdies, mas também cinco bogey e um duplo bogey. Já Pedro Nagayama jogou 80 (+8) e complicou suas chances de passar o corte.

Dos favoritos, quem jogou melhor foi o mexicano Luis Garza, sexto colocado com 70. O chileno Matías Domínguez, campeão do torneio inaugural de 2015, que o levou ao Masters, terminou em 71 (-1) empatado com o colombiano Santiago Gómez. O uruguaio Juan Alvarez, melhor ranqueado em campo, jogou 73 (+1) para empatar com Herik em 24º. O argentino Alejandro Tosti, vice em 2015, jogou 75 e vem em 45º. Juan José Guerra, o melhor jogador da casa, ficou logo atrás, em 59º lugar, com 76 (+4), na linha de corte (60 primeiros e empatados).

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Você só tem até esta 2ª feira, 3 de junho, para se inscrever no Sul-Americano Sênior

  • Golfe 2016

    PGA Tour: Entenda tudo o que está em jogo para Tiger esta semana, no Memorial


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados