LET: Luiza Altmann estreia como profissional jogando quatro abaixo, na Austrália

09/02/2018

Brasileira começa o Canberra Classic empatada em quinto lugar, à frente da nº 1 do mundo

 

Luiza, no tee do 1 do Canberra, a caminho da “estreia dos sonhos”, em seu primeiro torneio como profissional

A paulista Luiza Altmann, de 19 anos teve uma “estreia dos sonhos” como profissional, jogando ao lado das melhores profissionais do mundo, no Canberra Classic, torneio do Tour Europeu Feminino (LET, na sigla em inglês), que começou a ser jogado hoje, sexta-feira, 9 de fevereiro, e termina domingo, 11, no Royal Canberra Golf Club, na Austrália, e distribui uma bolsa de US$ 118 mil em prêmios. Luiza jogou 68, quatro abaixo, para empatar em quinto lugar com a Dame Laura Davis e ficar à frente da também inglesa Georgia Hall, a número 1 do mundo.

Luiza, que saiu no primeiro grupo do dia, pelo tee do 1, fez um bogey logo no quinto buraco, mas se recuperou com um eagle-3, no buraco seguinte, e fez mais quatro birdies, contra apenas outro bogey, para terminar o dia perto do topo do placar. Nesta sexta, ele volta a ser a primeira e entrar no campo, mas na turma da tarde, com grandes chances de estrear passando seu primeiro corte.

Essa estreia arrasadora, e jogar no final de semana podem ser o que falta para impressionar os organizadores do torneio seguinte, o Ladies Classic Bonville, de 22 a 25 de fevereiro, também na Austrália, a dar a Luiza um dos dois convites que estão reservando para após esse torneio. Luiza que jogou com convite nessa sua estreia, já tem vaga assegurada nos três torneios após o Bonville, o primeiro, ainda na Austrália, por convite (um terço das vagas ficam para as jogadoras locais) e nos dois seguintes, por ter cartão integral do LET, com boa prioridade de inscrição.

A líder do Canberra Classic é a coreana Jiyai Shin, ex-número 1 do mundo, que fez oito birdies para jogar 65, sete abaixo, e abrir duas de vantagem sobre as adversárias. Shin, de 29 anos, ex-número 1 do mundo foi campeã em Canberra em 2013, um dos 49 títulos que conquistou em 12 anos de carreira, entre eles dois majors. Depois de uma virose que a deixou fora de boa parte da temporada de 2017, ela estreou no Tour Japonês Feminino (JLPGA) de 2017, venceu duas vezes e foi a quinta do ranking, a despeito de ter perdido os dez primeiros torneios do ano.

Em segundo, com 67, cinco abaixo, estão empatadas a australiana Minjee Lee, a alemã Leticia Ras-Anderica e a norueguesa Karoline Lund. Luiza está empatada com outras seis jogadoras, seguida por Hall e outras três, com 69 (-3), em 12º lugar. A escocesa Catriona Matthew, campeã British Open de 2009, ano em que venceu também o torneio não oficial do LPGA Tour do Brasil, e capitã da equipe europeia da Solheim Cup (versão feminina da Ryder Cup), vem em 16º, com 70 (-2), e a americana Beth Allen, número 2 do mundo, vem em 26º, com 71 (-1).

  • Onde Jogar

    Como chegar. Dicas de hospedagem e alimentação. Preços e serviços

  • Turismo

    Golfe e Música em Trancoso: reserve já e não perca os mais concorridos torneios do ano

  • Golfe 2016

    Jogos do Rio 2016: seis medalhas para seis países diferentes coroam o sucesso do golfe olímpico


  • Newsletter

    Golfe.esp.br - O Portal Brasileiro do Golfe

    © Copyright 2009 - 2014 Golfe.esp.br. Todos os direitos reservados